Segunda onda do coronavírus faz Itália reforçar restrições durante festas de fim de ano

Para evitar a circulação de pessoas durante o Natal e o Ano Novo, o governo do país determinou a proibição de viagens entre os dias 21 de dezembro e 6 de janeiro

O governo italiano anunciou nesta quinta-feira (3) novas medidas para tentar conter a segunda onda da pandemia do coronavírus SARS-CoV-2 no país.

As medidas tem a ver com as festas de fim de ano: a partir do dia 21 de dezembro, estará proibido fazer viagens entre as diferentes cidades do país. A regra seguirá vigente até o dia 6 de janeiro, o que acaba envolvendo festividades tradicionais, como o Natal, o Ano Novo e o Dia de Reis.

As novas medidas visam evitar a circulação de pessoas e as aglomerações durante as festas de fim de ano, que acontecerão depois de iniciado o inverno no hemisfério Norte – tanto que o dia que marca o início da medida é exatamente o dia do início do inverno, que coincide com o início do verão no Brasil e em todo o hemisfério Sul.

A Itália é o primeiro país europeu a adotar tal medida, mas outros países também estão estudando essa possibilidade. Por exemplo, os governos do Reino Unido e da Espanha divulgaram suas listas de recomendações para o fim do ano, e ambas pedem para que os cidadãos evitem viajar nesse período.

Atualmente, a Itália tem 1,7 milhão de infectados pela covid-19 (infecção causada pelo coronavírus SARS-CoV-2) e mais de 58 mil mortes.

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR