Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de abril de 2019, 08h26

Snowden compartilha vídeo de Assange arrastado pela polícia: “Momento sombrio para a liberdade de imprensa”

Assange foi preso pela polícia britânica nesta quinta-feira na embaixada do Equador, em Londres, no reino Unido, onde estava asilado desde 2012, após presidente equatoriano "vender" o jornalista aos EUA em troca de redução da dívida

Foto: Reprodução

O analista de sistemas, Edward Snowden, ex-analista da CIA que revelou o sistema de espionagem em massa dos EUA, compartilhou em seu Twitter nesta quinta-feira (11) vídeo com o fundador do Wikileaks, Julian Assange, sendo arrastado pela polícia de Londres ao ser preso na Embaixada do Equador, onde ficou asilado por quase 7 anos.

“Os críticos de Assange podem torcer, mas este é um momento sombrio para a liberdade de imprensa”, tuitou Snowden, dizendo ainda que o embaixador equatoriano convidou os policiais para entrada na embaixada e que o jornalismo premiado de Assange vai parar nos livros de história com essas imagens.

Assange foi preso pela polícia britânica nesta quinta-feira na embaixada do Equador, em Londres, no reino Unido, onde estava asilado desde 2012.

Troca
Nesta segunda-feira (25), o Wikileaks divulgou informações que indicam o início de uma investigação para apurar supostos crimes de corrupção envolvendo o presidente do Equador, Lenín Moreno.

Conhecido por divulgar documentos sigilosos, o Wikileaks publicou conteúdos vazados do iPhone do próprio Moreno. Estas mensagens de WhatsApp, Telegram e GMail apontam supostos crimes de lavagem de dinheiro por intermédio de empresas fantasmas.

Além disso, o material aponta que o presidente equatoriano teria tentado “vender” Julian Assange, o criador do Wikileaks, para os Estados Unidos em troca de redução na dívida do Equador.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum