Socialista Pedro Castillo abre 10 pontos de Keiko Fujimori no Peru; protestos tomam país contra filha do ex-ditador

No sábado, manifestantes foram às ruas contra a candidatura da herdeira do ex-ditador Alberto Fujimori, condenado por crimes de lesa-humanidade

O professor Pedro Castillo, candidato socialista do Peru Livre, aumentou sua vantagem na disputa contra a filha do ex-ditador Alberto Fujimori, Keiko Fujimori, no segundo turno da eleições peruanas, segundo levantamento do Instituto de Estudos Peruano (IEP) divulgado neste domingo (23). No sábado (22), manifestantes tomaram as ruas contra a candidata de extrema-direita. A votação acontece no dia 6 de junho.

Na pesquisa do IEP realizada a pedido do jornal La Republica, Castillo alcança  44,8% das intenções de voto, contra 34,4% da postulante pela Força Popular. A margem de 10,4 pontos percentuais é maior do que o que foi registrado em dois levantamentos anteriores, de 09 e de 15 de maio. Confira aqui na íntegra.

A distância é menor apenas que a do primeiro levantamento, de 25 de abril. No entanto, o percentual de Castillo agora é maior do que naquela ocasião, quando registrava 41,5%. O postulante do Peru Livre havia caído alguns pontos e cresceu 8,4 pontos nas últimas semanas. Castillo chegou a ser alvo de ameaça de morte do candidato que ficou em terceiro lugar e agora apoia Keiko, Rafael López Aliaga – conhecido como “Bolsonaro peruano”.

O socialista vence Keiko nas classes C, D e E. A filha de Fujimori, apoiada por liberais como Mario Vargas Llosa, possui maior respaldo nas classes A e B.

No sábado, o país se mobilizou contra a candidatura de Keiko. A jornada “Não a Keiko, Fujimori Nunca Mais” tomou cidades como a capital Lima (única região do país em que ela vence) e Cusco. O ex-ditador foi condenado por crimes de lesa-humanidade e ainda é investigado por promover esterilização forçada de mulheres campesinas e indígenas.

Keiko pretende indultar o pai caso se torne presidenta.

CONFIRA ALGUNS REGISTROS DOS ATOS:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR