Entrevista exclusiva com Lula
20 de novembro de 2019, 18h38

Sorteio define maioria opositora em comissão que analisará impeachment de Piñera

Na acusação, o mandatário chileno é acusado de ser o responsável pelas mortes, estupros, torturas, lesões graves e prisões arbitrárias cometidas pelas Forças Armadas e policiais a partir dos seus decretos durante a crise social que o país vive desde o dia 18 de outubro.

Sebastián Piñera - Foto: Sérgio Cruz/Agência Brasil

A acusação constitucional contra o presidente chileno Sebastián Piñera, que poderia resultar no seu impeachment, terá seu primeiro trâmite em uma comissão na Câmara dos Deputados, que terá maioria opositora.

A conformação dessa comissão foi definida nesta quarta-feira (20) por sorteio. Os opositores escolhidos foram Gastón Saavedra (Partido Socilista), Boris Barrera (Partido Comunista) e Daniel Verdessi (Democracia Cristã). A bancada governista será representada por Sofía Cid (Renovação Nacional, direita liberal) e Gastón von Mülhenbrock (União Democrata Independente, ultra direita pinochetista).

A acusação contra Piñera foi protocolada no Congresso nesta terça, por um grupo de 11 deputados do Partido Comunista e da Frente Ampla, e baseado em um informe que reuniu dados de violações de direitos humanos cometidos pelo Estado, levantados pelo INDH (Instituto Nacional de Direitos Humanos do Chile) e pelo Ministério Público.

Na acusação, o mandatário chileno é acusado de ser o responsável pelas mortes, estupros, torturas, lesões graves e prisões arbitrárias cometidas pelas Forças Armadas e policiais a partir dos seus decretos durante a crise social que o país vive desde o dia 18 de outubro.

A comissão recém conformada emitirá um parecer de recomendação, antes da avaliação dos deputados em plenário. Para que a acusação seja aprovada na Câmara Baixa, é preciso maioria simples, ou seja, 78 votos dos 155 deputados integrantes. Posteriormente, no Senado, será preciso quórum qualificado de dois terços, ou seja, 29 dos 43 senadores.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum