O que o brasileiro pensa?
30 de julho de 2020, 19h36

Suíça anuncia investigação contra presidente da FIFA por possíveis atos de corrupção

Gianni Infantino é acusado de envolvimento com o ex-promotor Michael Lauber, que poderia ter servido como intermediário de negócios ilegais realizados entre a FIFA e a Sky News – empresa que também será investigada

Gianni Infantino (foto: Telesur)

A Justiça da Suíça iniciou nesta quinta-feira (31) uma investigação contra o presidente da FIFA (Federação Internacional de Futebol Associado), o italiano Gianni Infantino, por seu envolvimento em possíveis atos de corrupção.

Segundo o Ministério Público suíço, a suspeita surgiu após a prisão do ex-promotor Michael Lauber, acusado de participar de contratos ilegais com a empresa Sky News. Dias depois, Lauber teria envolvido Infantino em sua versão dos fatos, razão pela qual os investigadores passaram a considerar que há suspeitas de “conduta criminosa em reuniões informais realizadas pelo senhor Infantino durante reuniões informais Michael Lauber e outras pessoas que também serão investigadas”.

A reunião em questão, entre Lauber e Infantino, teria acontecido em junho de 2017, em um hotel em Berna, e poderia ligar o presidente da FIFA ao caso do ex-promotor, que teria se sujeitado a ser um intermediário entre negócios ilegais realizados entre a FIFA e a Sky News – empresa que também será investigada.

Infantino se tornou presidente da FIFA em fevereiro de 2016, depois de vencer as eleições que ocorreram após o chamado FIFAgate, um caso de corrupção no qual vários líderes e empresários do futebol se uniram a empresas que possuem direitos televisivos dos campeonatos organizados pela entidade máxima do futebol.

A repercussão desse caso foi o que impediu Joseph Blatter, principal acusado no FIFAgate, de ser reeleito em 2015, abrindo caminho para a chegada do italiano ao poder.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum