Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de fevereiro de 2020, 10h16

Tenor Plácido Domingo admite assédio sexual e pede “perdão por toda a dor que causei”

Seis meses depois das primeiras acusações, o tenor reconheceu que usou seu poder para abusar de 27 mulheres, durante seus anos como principal astro da Ópera Nacional de Washington e da Ópera de Los Ángeles

O tenor espanhol Plácido Domingo (foto: El Correo)

Uma investigação do Sindicato Norte-Americano dos Artistas de Ópera concluiu que o tenor espanhol Plácido Domingo acossou sexualmente ao menos 27 mulheres, e que utilizou de sua autoridade como principal astro da Ópera Nacional de Washington e da Ópera de Los Ángeles, para cometer seus abusos.

Após a divulgação da notícia, Domingo reconheceu sua responsabilidade, e pediu “perdão por toda a dor que causei”.

A resposta contradiz suas primeiras declarações sobre o tema, no ano passado, quando negou todas elas, e ainda fez uma série de críticas ao movimento Me Too, que vem questionando os abusos sexuais dentro da indústria do entretenimento nos Estados Unidos – embora especialmente no cinema.

Segundo a investigação, Plácido Domingo teve “condutas sexuais inapropriadas” durante mais de duas décadas, entre 1989 e 2013.

Ainda assim apenas 27 das 55 mulheres que acusaram o tenor tiveram suas denúncias aceitas pela Justiça.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum