Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de junho de 2018, 19h07

Torcedor brasileiro que induziu criança a proferir frases machistas e misóginas se desculpa

Assim como o grupo de brasileiros que assediou uma mulher russa durante a Copa do Mundo, Lucas Marcelo Andrade induziu uma criança a proferir frases de cunho machista e misógino. Diante da repercussão negativa, brasileiro gravou um vídeo com um pedido de desculpas: "Atitude infantil"

Foto: Reprodução/YouTube

O torcedor brasileiro Lucas Marcelo Andrade, que estava na Rússia para acompanhar a Copa do Mundo, gravou e divulgou um vídeo em suas redes sociais, na tarde desta quarta-feira (20), se desculpando por ter induzido uma criança russa a proferir frases de cunho machista e misógino em português.

O vídeo em que Lucas faz uma criança repetir frases como “Eu sou um v**do”,  “Eu dou para o Neymar” e “Eu sou um filho da p*” veio à tona após a repercussão, tanto nacional quanto internacional, de um outro vídeo parecido em que um grupo de brasileiros assedia uma mulher russa. Eles a induzem a proferir frases, também em português, de cunho machista, racista e sexual.

Eu seu vídeo de desculpas, Lucas afirmou que tomou uma atitude “infantil” e que sua “brincadeira” não condiz com as atitudes da população brasileira. Ele pede desculpas tanto ao menino que foi alvo de seu ato quanto à “nação russa”.

O torcedor, antes de fazer o pedido de desculpas, chegou a deletar o vídeo da criança por conta da reação negativa. Sua retratação veio justamente no momento em que começaram a circular as notícias de que o grupo de torcedores que gravou o vídeo assediando a mulher russa poderia ser alvo de investigação na própria Rússia.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum