Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de janeiro de 2020, 14h46

Ucrânia classifica queda de avião no Irã como homicídio culposo

"A investigação seguirá interpretação do Código Criminal, que contempla responsabilidade por homicídio culposo e destruição da aeronave", diz a Procuradoria Geral do país

Queda de avião em Teerã deixa 176 mortos (Foto: Hossein Mersadi/Fars News Agency)

A Procuradoria Geral da Ucrânia informou neste sábado (11) que vai classificar a queda do Boeing 737 em Teerã como um evento criminal. Pronunciamento vem após o governo iraniano admitir, através de comunicado, que o avião ucraniano foi derrubado por erro humano, e que os responsáveis serão punidos.

“A Procuradoria Geral tomou a decisão de alterar a qualificação do crime, para o qual foi aberto o processo. A investigação seguirá interpretação do Código Criminal, que contempla responsabilidade por homicídio culposo de duas ou mais pessoas, e destruição da aeronave”, informou a Procuradoria Geral do país, de acordo com o Sputnik.

A queda do Boeing 737, da companhia Ukraine International Airlines, aconteceu na última quarta-feira (8) logo após sua decolagem do Aeroporto Internacional de Teerã. Acidente matou 176 pessoas. Entre as vítimas, havia 82 iranianos, 63 canadenses e 11 ucranianos. Boa parte dos passageiros faria uma conexão para um voo com destino ao Canadá.

O presidente ucraniano ​Volodymyr Zelenskiy já havia se posicionado sobre o caso, exigindo uma investigação completa, admissão total de culpa e compensação do Irã após a queda do avião.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum