Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de outubro de 2019, 21h52

Ultra-direitista Orbán perde eleição em Budapeste para partido de centro esquerda

Orbán se junta a outros apoiadores de Jair Bolsonaro que obtiveram resultados eleitorais negativos

Bolsonaro com o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, sofreu uma importante derrota neste domingo (13) ao ver seu partido Fidesz perder o comando da capital do país, Budapeste. Nas redes sociais, oposicionistas comemoraram a vitória e compararam com o revés sofrido pelo presidente da Turquia Recep Tayyip Erdoğan nas eleições legislativas.

Vários partidos contrários a Orbán se uniram em torno da candidatura de Gergely Karacsony, que conseguiu 50,6% dos votos contra Istvan Tarlos que alcançou apenas 44,3%. Tarlos integra o Fidesz e comandava a capital desde 2010.

O resultado é tido como a primeira derrota expressiva do premiê em mais de uma década. Além da capital do país, há a expectativa de que a oposição consiga derrubar o premiê em outras grandes cidades da Hungria.

O Fidesz, no entanto, deve conseguir a maioria das prefeituras com vitórias em municípios pequenos e médios.

Orbán é um dos aliados mais efusivos do presidente brasileiro Jair Bolsonaro. Na última terça-feira, os dois governos participaram de conferência em que prometeram uma maior cooperação por partilharem “valores e visões de mundo” em comum.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum