segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Parlamento do Reino Unido derrota planos golpistas de Boris Johnson

O Parlamento do Reino Unido decidiu por grande maioria (328 x 301) aprovar medida que garante a autonomia do Parlamento frente aos desmandos de Boris Johnson, buscando frear manobra do primeiro-ministro de promover um Brexit sem qualquer trato. Johnson deu um golpe e determinou o fechamento do Legislativo para conseguir definir sozinho saída da União Europeia (UE).

Johnson foi surpreendido nos últimos dias com reações da população e de membros do seu próprio partido que não aceitaram ver a Casa dos Representantes sumariamente fechada. Um deputado deixou o Partido Conservador nesta terça-feira pouco antes do discurso do premiê no Parlamento e um grupo de conservadores rebeldes se mobilizou para aprovar o projeto levantado pela oposição.

Além de Philipe Lee, que saiu do partido, cerca de 20 integrantes da bancada conservadora votaram contra os planos golpistas de Johnson. Na quarta-feira (4) deve ser votado um projeto que vincula a saída do país da União Europeia a um acordo e detona a iniciativa de Johnson.

Sem a maioria, o conservador pode convocar novas eleições gerais para 15 de outubro e corre grande risco de perder o posto de primeiro-ministro. O Brexit está previsto para o dia 31 do mesmo mês.

*Atualizações em breve

Lucas Rocha
Lucas Rocha
Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.