Vacina cubana Abdala tem 92% de eficácia; Soberana chega a 62%

O país, que sofre com um duro bloqueio econômico, celebrou os resultados exitosos dos dois imunizantes

Estudo divulgado pelo grupo BioCubaFarma, em Cuba, nesta segunda-feira (21) aponta que a vacina Abdala, produzida em parceria com o Centro de Engenharia Genética e de Biotecnologia (CIGB), conseguiu 92,28% de eficácia contra a Covid-19 com 3 doses aplicadas.

“Abdala atinge 92,28% de eficácia com seu esquema de 3 doses e se torna a segunda candidata à vacina cubana que atende aos requisitos da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, diz mensagem publicada pelo CIGB.

A vacina Soberana 02, do Instituto Finlay, também teve seus dados de eficácia revelados nesta segunda. Com duas doses, o imunizante possui um índice de 62%. Para aumentar ainda mais essa taxa, os cubanos estudam uma aplicação extra com a Soberana Plus.

Outro fator importante é que esses dados foram obtidos já com as novas cepas em circulação, um desafio a mais para os imunizantes. Os testes foram concluídos em maio.

O presidente Miguel Díaz-Canel celebrou o resultado. “Atingido por duas pandemias (Covid-19 e Bloqueio econômico), nossos cientistas de Finlay e CIGB, superaram todos os obstáculos e nos deram duas vacinas muito eficazes: Soberana 02 e Abdala”, tuitou.

O mandatário ainda homenageou José Martí e Fidel Castro. “Penso em Martí, que escreveu que ‘não é a inteligência recebida e casual que dá honra ao homem, mas a maneira como a usa e a salva. Só existe uma maneira de resistir e essa maneira é servir’. E acima de tudo, eu penso em Fidel, que tanto fez pela Ciência e pela Medicina a serviço da Humanidade. Ele disse: ‘todo aquele que tem vocação para a saúde, eu convido você a estudar … Há um mundo enorme que precisa de você'”, disse.

vacina
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR