Vaticano investiga curtida de Papa Francisco em foto de modelo brasileira no Instagram

Autoridades católicas alegam que redes do pontífice são administradas por terceiros. “Pelo menos vou para o céu", brincou Natalia Garibotto

O Vaticano informou na sexta-feira (20) que iniciou uma investigação sobre a “curtida” do Papa Francisco em uma foto erótica da modelo brasileira Natalia Garibotto no Instagram.

“Estamos estudando o que aconteceu com a ajuda do órgão competente do Instagram”, disse Matteo Bruni, diretor da Sala de Imprensa do Vaticano.

Autoridades católicas dizem que diversas contas nas redes sociais do Papa Francisco são gerenciadas por terceiros. O Vaticano alegou ainda que “curtida” pode ter sido feita por uma pessoa externa à equipe responsável pelas mídias do pontífice.

Muitos dos 2,2 milhões de seguidores da modelo chamaram a atenção para a curtida. Na imagem, Natalia aparece vestida com uma fantasia erótica de estudante e posa de maneira sensual.

Nas redes, ela reagiu com ironia: “Pelo menos vou para o céu”. Natalia também repostou a suposta curtida, que depois foi apagada, com a legenda: “Hoje fui abençoada”.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.