O que o brasileiro pensa?
28 de julho de 2020, 22h31

Venezuela acusa governo da Colômbia de vínculo com grupo que vandalizou seu consulado em Bogotá

De acordo com o chanceler Jorge Arreaza, governo venezuelano considera a direita colombiana “responsável pela perda ou violação dos bens, arquivos e documentos, segundo o estabelecido pela Convenção de Viena”

Destroços no consulado da Venezuela em Bogotá, após ataque vandálico (foto: Twitter)

O Ministério das Relações Exteriores da Venezuela apresentou uma denúncia perante a comunidade internacional nesta terça-feira (28), devido a uma ação de vandalização realizada contra a sede consular do país em Bogotá.

O ataque aconteceu teria acontecido durante a madrugada, nas primeiras horas desta terça-feira (28). Devido à ruptura das relações formais entre os dois países, o local se encontrava desabitado, e não possuia sequer um segurança, razão pela qual não houve pessoas feridas, mas sim destruição de bens materiais e documentos.

Na acusação, o governo venezuelano afirmou que possui informações de que o grupo que teria realizado o ataque ao local teria vínculos com a direita colombiana e com o governo de Iván Duque, presidente do país vizinho.

Segundo o documento divulgado por Caracas, “o Governo colombiano incorre em flagrante violação dos artigos 22 e 24 da Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas, ao permitir, por ação ou omissão a (sua) ocupação ilegal. A República Bolivariana da Venezuela considera o Governo da Colômbia responsável pela perda ou violação dos bens, arquivos e documentos, segundo o estabelecido no artigo 24 da Convenção de Viena”.

Apesar de a sede diplomática venezuelana estar desabitada há meses, devido às desavenças entre os dois governos, o documento também lembra que “no caso de uma ruptura das relações diplomáticas entre dois Estados, ou se for finalizada definitiva ou temporariamente uma missão, o Estado receptor será obrigado a respeitar e proteger, mesmo em caso de conflito armado, as instalações da missão, bem como os seus bens e arquivos”.

Finalmente, o texto diz que “a República Bolivariana da Venezuela reserva-se às ações diplomáticas recíprocas a que houver lugar para compensar esse ataque inaceitável às instalações da missão venezuelana na República da Colômbia”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum