Venezuela mobiliza militares e Maduro afirma que país prepara “luta pela paz”

Presidente sul-americano disse que acionará operação “Escudo Bolivariano”, e criticou os que ele chama de “grupos que não conseguem lidar com o ódio”, em alusão a opositores que apoiam a intervenção estadunidense no país

Em um pronunciamento transmitido pela televisão nesta sexta-feira (3), em rede nacional, o presidente da Venezuela abordou a iniciativa estadunidense de deslocar parte do seu arsenal de guerra para perto do território venezuelano.

Apesar de a Casa Branca afirmar que se trata de uma “ação para combater o narcotráfico na América Latina”, muitos analistas internacionais a observam como um movimento para ameaçar o país bolivariano, e ao que parece, Maduro também pensa dessa forma.

“Nas próximas horas eu ordenarei, no âmbito da operação permanente Escudo Bolivariano, a mobilização de peças de artilharia a serem preparadas para a luta pela paz, pelo cessar-fogo, por um acordo humanitário”, declarou o chefe de Estado nesta sexta-feira.

Segundo Maduro, “existem grupos que não conseguem lidar com o ódio que carregam, e por isso apoiam as ações armadas e violentas contra a paz na Venezuela. Repito, sei o que estou dizendo”, confirmou o presidente.

Esta frase foi uma clara alusão a setores da oposição ao seu governo que defendem que os Estados Unidos atuem militarmente contra seu próprio país para derrubar o governo chavista. A figura mais conhecida que atua dessa maneira é o líder opositor Juan Guaidó, que se autoproclamou “presidente interino” do país, em janeiro de 2019. Contudo, até agora, não conseguiu provar que possui poder real.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR