Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de março de 2019, 12h27

Venezuela sofre ataque e 70% do país está sem energia

Governo diz que principal hidroelétrica do país foi sabotada e maior parte do país vive apagão há mais de 20 horas

Foto: Twitter

O governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, decidiu suspender as atividades escolares e trabalhistas nesta sexta-feira (8), com o objetivo de acelerar a restauração do serviço elétrico, após a sabotagem por parte do governo dos EUA registrada na quinta-feira na rede elétrica do país.

A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodriguez, anunciou que, com esta medida, deverá ser restaurada ainda nesta sexta-feira a normalização do sistema elétrico, que foi “atacado por setores de direita encorajados por políticos imperialistas”, disse.

O presidente Nicolás Maduro anunciou, através de sua conta no Twitter, na noite desta quinta-feira (7), que a guerra elétrica anunciada e dirigida pelo imperialismo dos EUA será derrotada. “Nada e ninguém será capaz de derrotar o povo de Bolívar e Chávez. Máxima unidade dos patriotas!”, disse.

“A guerra elétrica anunciada e dirigida pelo imperialismo dos EUA contra nosso povo será derrotada. Nada e ninguém será capaz de derrotar o povo de Bolívar e Chávez. Máxima unidade dos patriotas!”

A vice-presidente, em transmissão anterior, acusou o senador republicano dos EUA, Marco Rubio, do estado da Flórida, de estar por trás desse ataque ao sistema elétrico nacional.

Na última quarta-feira, o senador afirmou que a Venezuela estaria “dentro de poucos dias na sua mais séria escassez de alimentos e combustíveis”.

“É uma grande coincidência que, menos de três minutos depois de ter ocorrido a sabotagem criminosa contra o nosso sistema de geração de energia em Guri, aparece o dono dos lacaios, o Sr. Marco Rubio, publicando um tuite onde diz que a Venezuela ficará sem energia”, disse em uma coletiva de imprensa o ministro das Comunicações venezuelano, Jorge Rodríguez.

Na noite de quinta-feira, o vice-presidente setorial de Cultura e Turismo da Venezuela, Jorge Rodríguez, anunciou que nas próximas horas, 100% da oferta de serviços de eletricidade em todo o território nacional será restaurada.

Rodriguez afirmou ainda que a intenção da sabotagem seria submeter o povo venezuelano a diversos dias com áreas vitais sem eletricidade.

Segundo informações mais recentes, a energia elétrica já retornou em alguns setores de Caracas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum