Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de janeiro de 2020, 16h29

Vídeo: Deputada da coalizão de esquerda vota debilitada por câncer e é aclamada por parlamento espanhol

A eleição na Espanha foi definida por dois votos

Foto: Reprodução

A eleição na Espanha foi definida por dois votos. Diante do quadro apertado, a deputada da coalizão de esquerda, Aina Vidal, do partido Esquerra Verda, fez questão de comparecer ao Parlamento, nesta terça-feira (7), apesar de estar com fortes dores, causadas por um tipo agressivo de câncer.

Aina foi aplaudida de pé durante seguidos minutos por seus colegas de partido e coalizão. Os deputados da oposição também aplaudiram, mas não se levantaram.

Ela explicou, através das redes sociais, que não pôde ir ao Congresso no domingo, quando ocorreu a primeira votação, por estar com um câncer agressivo que lhe causa fortes dores. Ela disse também que está em tratamento e que espera superar a doença.

O líder do Podemos e futuro vice-presidente do governo da coalizão, que será criado a partir desta terça-feira, Pablo Iglesias, agradeceu a presença de Aina, provocando os aplausos. A deputada se emocionou e agradeceu aos prantos.

Coalizão de esquerda

Dez anos depois de se levantar como um dos principais líderes do Movimento dos Indignados, com a ocupação da chamada Puerta del Sol (setor histórico do Centro de Madri), o jovem político progressista Pablo Iglesias chegou ao poder.

A oficialização do segundo mandato de Pedro Sánchez, nesta terça-feira (7), só foi possível graças à aliança entre o PSOE (Partido Socialista Operário da Espanha) de Sánchez com o Unidas Podemos, uma coalizão que congrega a Esquerda Unida (a velha esquerda espanhola, incluindo o Partido Comunista) e o Podemos, partido criado por Iglesias a partir dos apoiadores do Movimento dos Indignados.

Com informações do El País


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum