Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de outubro de 2019, 09h58

Vídeo: Líder das manifestações no Equador, Paola Pabón transmite a própria prisão

Pabón foi acusada pelo governo nacional de ser uma das instigadoras das mobilizações

Foto: Reprodução

A governadora da província de Pichincha, Paola Pabón, líder da Revolução Cidadã no Equador, fez uma transmissão ao vivo nas suas redes de sua própria prisão, na manhã desta segunda-feira (14). Pabón foi acusada pelo governo nacional de ser uma das instigadoras das mobilizações.

Pelo Twitter, a governadora declarou: “Hoje eles entraram em minha casa ao amanhecer e bateram na porta enquanto eu dormia. Eles me levaram presa sem provas. Ser oposição em uma democracia não pode ser crime. Não é democracia quando oponentes políticos são perseguidos desta maneira”, afirmou.

Derrota

Na noite deste domingo, o presidente do Equador, Lenín Moreno, decidiu revogar o decreto que retirava o subsídio aos combustíveis e previa uma alta de até 123%. Decisão veio após conversa com líderes indígenas, que ameaçaram continuar os protestos caso a decisão não fosse revogada. Moreno disse que deverá substituir o decreto 883 por um novo texto, a ser redigido por uma comissão, que foi formada na noite deste domingo (13).

Antes da decisão que deveria amenizar o cenário turbulento, o Equador viveu um dia de incerteza. Indígenas e governo começaram a dialogar no fim da tarde, ou início da noite no Brasil, num local próximo à capital Quito. Com a cidade militarizada, o acesso à reunião estava restrito, sem permissão de participação da imprensa.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum