Imprensa livre e independente
09 de junho de 2016, 11h34

Governo de São Paulo considera privatizar linhas nobres da CPTM

Empresa demonstrou interesse em participar de PPP (Parceria Público-Privada) para operar as linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM, que passam por áreas importantes de comércio e negócios da capital.

Empresa demonstrou interesse em participar de PPP (Parceria Público-Privada) para operar as linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM, que passam por áreas importantes de comércio e negócios da capital Por Redação O governo Geraldo Alckmin (PSDB) estuda transferir a operação das linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM para a iniciativa privada. Elas transportam juntas aproximadamente 1 milhão de pessoas por dia e são consideradas nobres por passarem por importantes áreas empresariais e de escritórios da capital paulista. A linha 8-diamante, que liga Itapevi ao centro, tem bons níveis de manutenção dos trens. A linha 9-esmeralda – que passa por Berrini, Morumbi e Pinheiros – leva o trabalhador aos pontos...

Empresa demonstrou interesse em participar de PPP (Parceria Público-Privada) para operar as linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM, que passam por áreas importantes de comércio e negócios da capital

Por Redação

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) estuda transferir a operação das linhas 8-diamante e 9-esmeralda da CPTM para a iniciativa privada. Elas transportam juntas aproximadamente 1 milhão de pessoas por dia e são consideradas nobres por passarem por importantes áreas empresariais e de escritórios da capital paulista.

A linha 8-diamante, que liga Itapevi ao centro, tem bons níveis de manutenção dos trens. A linha 9-esmeralda – que passa por Berrini, Morumbi e Pinheiros – leva o trabalhador aos pontos de comércio e negócios da cidade.

A empresa interessada é a Triunfo Participações e Investimentos e, para governo, a parceria indica redução de gastos. A linha Amarela do Metrô representa a parceria mais recente no setor e está sob responsabilidade da ViaQuatro, enquanto a linha 6-laranja já prevê a implementação de PPP (Parceria Público-Privada).

Foto: Ciete Silverio / A2D
* Com informações do jornal Folha de S.Paulo

 

 

Veja também:  Família de Dallagnol possui latifúndios no Mato Grosso; Incra pagou R$ 36,9 milhões pelas terras

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum