Imprensa livre e independente
09 de fevereiro de 2018, 22h19

Governo do Paraná libera entrada da Istoé em penitenciária para mostrar o “xilindró de Lula”

“Jornalismo”: Matéria de capa que mostra as instalações do Complexo Médico Penal de Pinhais, no Paraná, é assinada por Germano Oliveira, o mesmo repórter que fez uma selfie com mais quatro colegas comemorando a condenação de Lula no dia 24 de janeiro Por Redação* A edição da Istoé desta semana tem como matéria de capa uma “reportagem” especial mostrando as instalações da penitenciária para onde supostamente Lula seja levado caso seja preso. O Complexo Médico Penal de Pinhais, que recebe parte dos presos da Lava Jato, é uma penitenciária pública e sua administração é de responsabilidade do governo do estado...

“Jornalismo”: Matéria de capa que mostra as instalações do Complexo Médico Penal de Pinhais, no Paraná, é assinada por Germano Oliveira, o mesmo repórter que fez uma selfie com mais quatro colegas comemorando a condenação de Lula no dia 24 de janeiro

Por Redação*

A edição da Istoé desta semana tem como matéria de capa uma “reportagem” especial mostrando as instalações da penitenciária para onde supostamente Lula seja levado caso seja preso.

O Complexo Médico Penal de Pinhais, que recebe parte dos presos da Lava Jato, é uma penitenciária pública e sua administração é de responsabilidade do governo do estado do Paraná. Ou seja, quem liberou a entrada da Istoé nas instalações do presídio foi o governo do tucano Beto Richa.

A matéria, que é praticamente um registro sádico e comemorativo da sentença proferida contra o ex-presidente Lula, informa que um espaço para o petista já foi reservado na prisão.

“Por decisão do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), foi reservada a Lula uma das dez celas da galeria 6 do Complexo, situada no segundo piso. Lá estão acomodados exclusivamente presos da Lava Jato e outros condenados pelo crime de colarinho branco”, diz o texto.

A matéria é assinada por Germano Oliveira, o mesmo repórter que fez uma selfie com mais quatro colegas comemorando a condenação de Lula no dia 24 de janeiro.

Veja também:  Joel Santana é lançado candidato a embaixador do Brasil nos EUA

“Essa turma eh da pesada e se reuniu hoje na sede do TRF4, em Porto Alegre, quando os desembargadores condenaram Lula por 3 a 0 a 12 anos e 1 mês de cadeia. Ainda da psra (sic) confiar na Justiça”, escreveu Germano.

Nas redes, internautas e lideranças políticas teceram críticas ao tipo de matéria publicada pela revista. A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), por exemplo, exigiu “providências” contra o governo do Paraná, que liberou a entrada da reportagem.

“‘Justiça’ e ‘Governo do Paraná’ saciando ódios e alimentando lados através da imprensa vendida??? E a direção da Penitenciária que é pública? Como esses servidores respondem a isso? E o Governo do Paraná, nada tem a dizer? ABSURDO!!!! Providências devem ser tomadas!”, escreveu a parlamentar.

*Com DCM

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum