Imprensa livre e independente
11 de março de 2019, 06h04

Grupo antifascista fará ato contra viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos

Chamado de “neofascista” pelos manifestantes, o presidente brasileiro se encontrará com Trump no dia 19 de março

(Foto: Divulgação/Instagram/Jair Bolsonaro)
Uma manifestação contra a presença de Jair Bolsonaro em Washington, nos Estados Unidos, está sendo organizada por um grupo antifascista chamado “D.C. United Against Hate” – nome que remete à ideia de união no Distrito Federal norte-americano contra o ódio. O ato, também divulgado por um evento no Facebook, está marcado para 17 de março. No dia 19, o presidente brasileiro se encontrará com Donald Trump. O protesto foi batizado de “No Bolsonaro in DC! Oppose the Global Far Right”, pregando oposição à extrema-direita global, e integra calendário semanal de atividades articuladas com o mesmo propósito em diversos de países....

Uma manifestação contra a presença de Jair Bolsonaro em Washington, nos Estados Unidos, está sendo organizada por um grupo antifascista chamado “D.C. United Against Hate” – nome que remete à ideia de união no Distrito Federal norte-americano contra o ódio. O ato, também divulgado por um evento no Facebook, está marcado para 17 de março. No dia 19, o presidente brasileiro se encontrará com Donald Trump.

O protesto foi batizado de “No Bolsonaro in DC! Oppose the Global Far Right”, pregando oposição à extrema-direita global, e integra calendário semanal de atividades articuladas com o mesmo propósito em diversos de países.
Em documento, os organizadores pontuam os ataques e ódio pregado por Bolsonaro contra indígenas, mulheres, negros, comunidade LGBTQ+, sindicatos e a esquerda.

“Nós também queremos alertar que o apoio do presidente Trump a líderes autoritários como Bolsonaro e o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, destaca sua natureza autoritária e inaptidão para governar os Estados Unidos”, destaca Michael Shallal, que está à frente do ato e reforça que o “líder autoritário e neofascista” não é bem-vindo no País.

Veja também:  Em viagem oficial Bolsonaro apresenta o filho Renan como “embaixador mirim”

A expectativa é de que discursem na manifestação expatriados da comunidade brasileira, ativistas locais e indivíduos afetados pela ascensão da extrema-direita em outros países.

O ato será na Lafayette Square, das 12h30 Às 15h30, no horário local.

Meme convoca ato contra Bolsonaro nos EUA

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum