Imprensa livre e independente
30 de novembro de 2018, 09h54

Haddad diz que Bolsonaro promove um “alinhamento cego à administração Trump”

“Só o Bolsonaro diz o que vai fazer a favor dos EUA. Eu não ouvi, até agora, nenhum compromisso do Trump com o Brasil”, disse Haddad

Reprodução/TVE
O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), declarou nesta quinta-feira (29), em Nova York, que o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), “do ponto de vista das relações internacionais, promove um alinhamento cego à administração Trump, absolutamente cego, em todos os temas, seja a questão indígena, a questão ambiental ou a mudança da embaixada [brasileira] de Tel Aviv para Jerusalém”. Haddad estava na cidade para participar da discussão “What went wrong when Brazil went right?” (“O que deu errado quando o Brasil foi para a direita”, em tradução livre), realizada no The People’s Forum, em Nova York. O...

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), declarou nesta quinta-feira (29), em Nova York, que o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), “do ponto de vista das relações internacionais, promove um alinhamento cego à administração Trump, absolutamente cego, em todos os temas, seja a questão indígena, a questão ambiental ou a mudança da embaixada [brasileira] de Tel Aviv para Jerusalém”.

Haddad estava na cidade para participar da discussão “What went wrong when Brazil went right?” (“O que deu errado quando o Brasil foi para a direita”, em tradução livre), realizada no The People’s Forum, em Nova York.

O ex-ministro da Educação disse ainda que o futuro governo do Brasil e o dos EUA empurram o mundo para a bipolaridade.

“São governos que estão empurrando o mundo para a bipolaridade, que não aceitam o mundo multipolar por preconceito. Porque veem no mundo multipolar espaços para projetos emancipatórios, para projetos progressistas.”

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Em comentário xenófobo, Trump manda congressistas democratas de origem estrangeira voltarem a seus países

As declarações foram dadas um dia depois de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito, ser fotografado em Nova York com um boné com a frase “Trump 2020”, em apoio a uma eventual reeleição do republicano. Ocorreram também no mesmo dia em que Bolsonaro recebeu em sua casa, no Rio, o assessor de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, a quem prestou continência, em gesto criticado.

“A coisa que me chamou atenção ao encontro, em primeiro lugar, foi o fato de nosso presidente ter batido continência para o assessor do presidente americano”, afirmou.

“Eu fico me perguntando se houve algum encontro desconhecido dos brasileiros entre o Trump e o Bolsonaro para combinar o jogo. Porque até o presente momento só o Bolsonaro diz o que vai fazer a favor dos EUA. Eu não ouvi, até agora, nenhum compromisso do Trump com o Brasil.”

Leia a matéria completa na Folha

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais

Veja também:  Acusado de nepotismo e ironizado nas redes, Eduardo Bolsonaro prepara lista de embaixadores de Lula

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum