Imprensa livre e independente
26 de setembro de 2018, 15h35

Haddad tem 99,4% de chances de ser o novo presidente, diz matemático da USP

"No 2º. turno, Bolsonaro perderia para Fernando Haddad: o candidato petista tem, no momento, formidáveis 99,96% de chances de bater Bolsonaro na disputa final. Considerados os dois turnos, Haddad tem, no momento, 99,4% de probabilidade de ser o próximo presidente da República", diz o professor da USP.

Foto: Ricardo Stuckert
Uma análise baseada na série de pesquisas presidenciais do Ibopee e do Datafolha feita pelo matemático Sérgio Wechsler, professor da Universidade de São Paulo (USP) e PhD em Estatística pela Universidade de Berkeley, na Califórnia, mostra que Fernando Haddad (PT) tem 99,4% de chances de ser o novo presidente do Brasil – levando-se em consideração os dois turnos da eleição. No relatório encomendado pela consultoria GO Associados, o qual a Fórum teve acesso, Wechsler analisa as pesquisas divulgadas até esta segunda-feira (24). Segundo ele, este levantamento dá 99,5% de probabilidade de um segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando...

Uma análise baseada na série de pesquisas presidenciais do Ibopee e do Datafolha feita pelo matemático Sérgio Wechsler, professor da Universidade de São Paulo (USP) e PhD em Estatística pela Universidade de Berkeley, na Califórnia, mostra que Fernando Haddad (PT) tem 99,4% de chances de ser o novo presidente do Brasil – levando-se em consideração os dois turnos da eleição.

No relatório encomendado pela consultoria GO Associados, o qual a Fórum teve acesso, Wechsler analisa as pesquisas divulgadas até esta segunda-feira (24). Segundo ele, este levantamento dá 99,5% de probabilidade de um segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad. A disputa Bolsonaro x Ciro Gomes (PDT) teria o 0,5% restante.

“No 2º. turno, Bolsonaro perderia para Fernando Haddad: o candidato petista tem, no momento, formidáveis 99,96% de chances de bater Bolsonaro na disputa final. Considerados os dois turnos, Haddad tem, no momento, 99,4% de probabilidade de ser o próximo presidente da República”, diz o professor da USP, que utiliza a abordagem bayesiana para construir a matriz de probabilidades.

Veja também:  Pai bolsonarista ataca e expõe filha médica em redes sociais porque ela apoiou Haddad

Ainda segundo o matemático, “entre as reduzidíssimas chances de Ciro Gomes e
Jair Bolsonaro, há uma filigrana aritmética: Ciro tem mais chance que Bolsonaro de subir a rampa”.

Confira abaixo o gráfico do estudo:

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum