Imprensa livre e independente
11 de janeiro de 2012, 13h55

Haitianos no Acre (Brasil) e a ocupação brasileira no Haiti

O Brasil é co-responsável por essa fuga e co-partícipe da repressão, por quanto mantém tropas de ocupação naquele país assolado por catrástrofes naturais e por governos irresponsáveis e saqueadores.

O Brasil é co-responsável por essa fuga e co-partícipe da repressão, por quanto mantém tropas de ocupação naquele país assolado por catrástrofes naturais e por governos irresponsáveis e saqueadores. Por Lindomar Padilha Por esses tempos de pouco pirão, os senadores Aníbal Diniz, Jorge Viana, o Governador Tião Viana e o Secretário de Direitos Humanos (ex muitas vezes Deputado Federal) Nilson Mourão, desencadearam uma cruzada pregando sobre a “incômoda” presença de haitianos no Brasil, notadamente em solo acreano, lógico. Inúmeras conversas foram tratadas com a presidente Dilma, mas ninguém teve coragem de questionar a acupação que o Brasil faz ao Haiti....

O Brasil é co-responsável por essa fuga e co-partícipe da repressão, por quanto mantém tropas de ocupação naquele país assolado por catrástrofes naturais e por governos irresponsáveis e saqueadores.

Por Lindomar Padilha

Por esses tempos de pouco pirão, os senadores Aníbal Diniz, Jorge Viana, o Governador Tião Viana e o Secretário de Direitos Humanos (ex muitas vezes Deputado Federal) Nilson Mourão, desencadearam uma cruzada pregando sobre a “incômoda” presença de haitianos no Brasil, notadamente em solo acreano, lógico.

Inúmeras conversas foram tratadas com a presidente Dilma, mas ninguém teve coragem de questionar a acupação que o Brasil faz ao Haiti. Já em 2007, o Conselho da OAB havia chamado a atenção para o que na fala do Sr. Anderson Bussinger é externado da seguinte forma:

“A Missão de Estabilização da ONU no Haiti (Minustah), liderada pelo Brasil, “é uma força de ocupação, e não humanitária, que está validando os abusos de direitos humanos no país caribenho e contribuindo para um estado de permanente repressão”.

“Os haitianos adoram o Brasil, mas eles ficam perplexos que o Brasil esteja fazendo esse papel lá.”

De 2007 para cá, o que melhorou para os haitianos? A fuga em massa dos haitianos tem tudo a ver com a presença militar do Brasil naquele país. O Brasil é co-responsável por essa fuga e co-partícipe da repressão, por quanto mantém tropas de ocupação naquele país assolado por catrástrofes naturais e por governos irresponsáveis e saqueadores que contam com apoio das Nações Unidas.

Veja também:  Joice Hasselmann vira meme ao bajular Bolsonaro no Pânico. Vídeo

Não nos iludamos, a preocupação não é dar dignidade aos haitianos, mas impedir que entrem no país. Talvez os haitianos estejam inaugurando um período doloroso de povos inteiros em fuga por causa dos fenômenos extremos e a consequente fome. Ao mesmo tempo, o Brasil insiste em grandes obras que impactam diretamente nas mudanças climáticas, como é o caso de Belo Monte, Jirau e Santo Antônio, entre outras megalomanias. Isso sem falar na concessão de florestas públicas e o famigerado projeto de exploração de petróleo e gás na floresta amazônica, especialmente no Acre.

Notamos claramente que o projeto prevê o descarte de seres humanos em previlégio dos detentores do poder. Os mesmos que dizem clamar por “ajuda humanitária” defendem a ocupação do Haiti, bem como projetos genocidas em sua origem. Aliás, publiquei ontem neste blog a denúncia de que indígenas em situação de isolamento estão sendo atingidos pelas obras das hidrelétricas do Madeira. Seria o caso de esses indígenas adquirirem um visto também para garantirem o direito à vida?

Veja também:  Trump usa o racismo como tática eleitoral

Visto, esta é a palavra. Quem concederá o visto? Daqui a pouco todos nós que estamos fora do poder, teremos que ter vistos. Mais vistos ainda. Visto para se declarar cidadão/cidadã, visto para entrar na cidade do poder (Brasília), visto para entrar nos hospitais públicos, visto, visto, visto. Sempre vistos que eles nos darão, ou não.

A ocupação militar que o Brasil impõe e lidera no Haiti é uma vergonha. Assim também é vergonhoso o Brasil intervir junto aos Governos do Peru e Bolívia para exigir desses um “controle” da entrada de haitianos no Brasil. Toda essa situação precisa ser melhor esclarecida ao povo brasileiro e, principalmente, aos acreanos que, na sua maioria entende que a situação dos haitianos precisa é de ajuda humanitária e não de repressão.

Texto publicado originalmente aqui. Foto daqui.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum