Notas Internacionais

por Ana Prestes

10 de julho de 2019, 12h49

Homenagem a PHA

Ana Prestes soube da morte de Paulo Henrique Amorim quando estava escrevendo sua coluna. "Esqueci-me do mundo e fui reler suas pérolas. Encontrei essas passagens que compartilho como homenagem"

Foto: Divulgação

– Eu estava escrevendo as notas de hoje quando veio a notícia do falecimento de Paulo Henrique Amorim. Esqueci-me do mundo e fui reler suas pérolas. Encontrei essas passagens que compartilho como homenagem: “Eu não fiz curso para aprender a mexer na Internet. Isso você faz em meia hora. A maior escola continua sendo Machado de Assis” e “As plataformas são secundárias, a Internet é secundária. A grande aventura que é a busca pela informação, a luta pelo furo, continua a mesma”, disse o jornalista, que se transformou em um dos líderes da luta contra a manipulação midiática no Brasil recente.

Veja também:  Alvo de investigações no laranjal do PSL, ministro do Turismo pede licença