Imprensa livre e independente
21 de dezembro de 2015, 19h23

Incêndio no Museu da Língua Portuguesa foi controlado, dizem bombeiros

Trens da CPTM diveram sua circulação interrompida entre as estações Luz e Brás por causa das chamas Daniel Mello, da Agência Brasil O incêndio que atingiu o Museu da Língua Portuguesa está sob controle, segundo o Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, um bombeiro teve uma parada cardíaca e foi levado para o Hospital das Clínicas. Às 16h, o Corpo de Bombeiros tinha 17 viaturas combatendo o fogo no museu. As linhas 7 e 11 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tiveram a circulação interrompida entre as estações Luz e Brás. A assessoria do Museu da Língua...

Trens da CPTM diveram sua circulação interrompida entre as estações Luz e Brás por causa das chamas

Daniel Mello, da Agência Brasil

O incêndio que atingiu o Museu da Língua Portuguesa está sob controle, segundo o Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, um bombeiro teve uma parada cardíaca e foi levado para o Hospital das Clínicas.

Às 16h, o Corpo de Bombeiros tinha 17 viaturas combatendo o fogo no museu. As linhas 7 e 11 da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) tiveram a circulação interrompida entre as estações Luz e Brás.

A assessoria do Museu da Língua Portuguesa disse que ainda não sabe as causas do incêndio ou se o acervo da instituição foi atingido. Como o museu fica fechado às segundas-feiras, não havia visitantes no local.

O museu está localizado em uma parte do edifício da Estação da Luz. Um dos cartões-postais da cidade, o prédio foi inaugurado em 1867. Atualmente, a estação atende a duas linhas da CPTM e duas do Metrô – a Linha 1 Azul e Linha 4 Amarela.

Veja também:  Plano de Weintraub para universidades públicas prevê terceirização de professores via OSs

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum