Imprensa livre e independente
30 de janeiro de 2019, 21h26

Integrante do MBL, secretário de Doria debocha do velório de Vavá, o irmão de Lula

Tido como o "mini-Doria", Paulo Mathias é aquele ex-subprefeito que se irritou quando a Fórum denunciou uma viagem sua à Disney enquanto a cidade amargava em enchentes; atualmente ele é secretário executivo de Desenvolvimento Social de João Doria

Reprodução/Facebook
Antipetista convicto, assim como seu chefe, o secretário executivo de Desenvolvimento Social do governo de São Paulo, Paulo Mathias, usou o velório do irmão do ex-presidente Lula, Genival Inácio da Silva, o Vavá, para atacar o PT. Pelo Facebook nesta quarta-feira (30), Mathias, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), postou uma foto do caixão de Vavá, com amigos e militantes do PT ao redor, empunhando faixas que remetem ao ex-presidente Lula, e escreveu, em tom de deboche: “Eu nunca vi uma coisa tão ridícula quanto essa”. Reprodução/Facebook O tiro, no entanto, saiu pela culatra: a maior parte dos...

Antipetista convicto, assim como seu chefe, o secretário executivo de Desenvolvimento Social do governo de São Paulo, Paulo Mathias, usou o velório do irmão do ex-presidente Lula, Genival Inácio da Silva, o Vavá, para atacar o PT.

Pelo Facebook nesta quarta-feira (30), Mathias, que é integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), postou uma foto do caixão de Vavá, com amigos e militantes do PT ao redor, empunhando faixas que remetem ao ex-presidente Lula, e escreveu, em tom de deboche: “Eu nunca vi uma coisa tão ridícula quanto essa”.

Reprodução/Facebook

O tiro, no entanto, saiu pela culatra: a maior parte dos comentários, inclusive feitos por seus apoiadores, são críticos à postagem. “Nunca viu o que? Respeito a dor e ao luto alheio? Pelo visto não, né! O neto do presidente está logo ali no canto, ao lado da bandeira, a filha do Vavá está ao lado do caixão, e os outros filhos estão do outro lado da foto, mas o senhor não estava lá e prefere zombar da dor alheia”, escreveu uma internauta. “Gosto muito de você, porém esse post é uma falta de respeito! Foi infeliz!”, escreveu outro usuário da rede.

Veja também:  "Só reforça o que falamos", diz defesa de Lula sobre diretor da Odebrecht coagido pela Lava Jato

O presidente do diretório estadual do PT, Luiz Marinho, condenou a postagem de Paulo Mathias e informou que acionaria a bancada de seu partido na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para tomar providências. “Em pleno horário de trabalho o secretário de Desenvolvimento do João Doria achou espaço pra fazer piada com a dor de uma família. Canalhice sem fim dessa gente. Põe teu povo pra trabalhar João Enganador. Vou recomendar à nossa bancada na assembleia que acompanhe esse caso de um secretário ficar fazendo gracinha em pleno horário de trabalho”, escreveu o petista.

Secretário Disney

Em janeiro do ano passado, Paulo Mathias, que segue o mesmo tipo de marketing político de seu padrinho político – vídeos ao vivo no Facebook, fantasia de gari e trabalhador da manutenção da prefeitura etc – se irritou com a Fórum.

Em seu blogue, o editor da revista, Renato Rovai, criticou o fato do então prefeito regional de Pinheiros ter ido viajar para a Disney enquanto seu bairro afundava em enchentes.

Veja também:  Após novas denúncias da Vaza Jato, "#AcabouDeltan" e "Lula" são os assuntos mais comentados nas redes sociais

“Neste momento Pinheiros está um caos, como você pode ver nesta matéria de O Globo. Sabem onde está o subprefeito? Na Disney, brincando com o Pateta e tirando foto com a namorada e a Minnie. Ah, claro, também aproveitou o ensejo e fez um vídeo pedindo menos impostos no Brasil e mostrando um celular da Apple. E criticou a greve do metrô de São Paulo falando de uma rua dos EUA. É o jeito gestor da turma do Doria trabalhar”, escreveu Rovai.

Irritado, Mathias gravou um vídeo resposta, diretamente do aeroporto de Orlando, para informar que estava de férias e dizer que o editor da Fórum não era jornalista e que, por isso, iria processá-lo. Relembre aqui.

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum