Imprensa livre e independente
18 de junho de 2019, 09h51

Investigado no laranjal do PSL, ministro do Turismo recebe primeiros estadunidenses que chegaram sem visto

Em meio à guerra jurídica para frear as investigações sobre o laranjal do PSL comandado por ele em Minas Gerais, Marcelo Álvaro Antonio viajou ao Rio de Janeiro para receber os primeiros estadunidenses que chegaram ao Brasil sem visto

Marcelo Alvaro Antonio e Helio Lopes tiram fotos com turistas estadunidenses (Divulgação/Ministério do Turismo)
Em meio à guerra jurídica para frear as investigações sobre o laranjal do PSL comandado por ele em Minas Gerais, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, viajou ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira (17) para receber os primeiros estadunidenses que chegaram ao Brasil sem visto. Acompanhado do deputado federal Hélio Lopes (PSL/RJ), braço direito de Jair Bolsonaro, Marcelo Álvaro se posicionou no desembarque do Aeroporto Internacional do Galeão, onde cumprimentou e tirou fotos com os estadunidenses, que não sabiam ao certo o que estava acontecendo. Em entrevista à TV Brasil, que destacou equipe de reportagem para cobrir o feito,...

Em meio à guerra jurídica para frear as investigações sobre o laranjal do PSL comandado por ele em Minas Gerais, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, viajou ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira (17) para receber os primeiros estadunidenses que chegaram ao Brasil sem visto.

Acompanhado do deputado federal Hélio Lopes (PSL/RJ), braço direito de Jair Bolsonaro, Marcelo Álvaro se posicionou no desembarque do Aeroporto Internacional do Galeão, onde cumprimentou e tirou fotos com os estadunidenses, que não sabiam ao certo o que estava acontecendo.

Em entrevista à TV Brasil, que destacou equipe de reportagem para cobrir o feito, Marcelo Álvaro Antônio destacou que agora será feita uma campanha de divulgação da isenção nos países beneficiados.

“Já está pronta uma campanha, inicialmente para os Estados Unidos, e agora estamos em conversa com a equipe econômica para conseguirmos o recurso para fazer a promoção do Brasil também no Canadá, no Japão e na Austrália”, disse o ministro. O feito foi comemorado nas redes sociais da pasta.

Veja também:  A manipulada luta dos pobres contra os pobres

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum