Imprensa livre e independente
10 de julho de 2019, 16h59

Jean Wyllys afirma que processará quem retuitar mentiras do Pavão Misterioso

O advogado Lucas Mourão, representante de Wyllys, afirma diz que haverá um mapeamento dos internautas que interagirem com o conteúdo "como se ele fosse verdadeiro”. Também assegura que apresentará notícia-crime à Polícia Civil e à Polícia Federal, com a intenção de descobrir a identidade do Pavão Misterioso.

Divulgação
Através dos seus advogados, o ex-deputado Jean Wyllys anunciou, nesta quarta-feira (10), que pretende processar aqueles que ajudarem na difusão das fake news divulgadas pelo perfil de Twitter “Pavão Misterioso”. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo O advogado Lucas Mourão contou como será a estratégia da defesa sobre caso: “Vamos mapear os formadores de opinião que interagirem com esse conteúdo como se ele fosse verdadeiro”. Mourão também diz que apresentará notícia-crime à Polícia Civil e à Polícia Federal, com a intenção de descobrir quem é o tal Pavão Misterioso....

Através dos seus advogados, o ex-deputado Jean Wyllys anunciou, nesta quarta-feira (10), que pretende processar aqueles que ajudarem na difusão das fake news divulgadas pelo perfil de Twitter “Pavão Misterioso”.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

O advogado Lucas Mourão contou como será a estratégia da defesa sobre caso: “Vamos mapear os formadores de opinião que interagirem com esse conteúdo como se ele fosse verdadeiro”.

Mourão também diz que apresentará notícia-crime à Polícia Civil e à Polícia Federal, com a intenção de descobrir quem é o tal Pavão Misterioso. “É preciso descobrir a real identidade do administrador desse perfil”, afirmou.

Jean Wllys foi um dos alvos das últimas publicações do Pavão Misterioso, no último sábado (6). O relato contado pelo perfil anônimo (que muitos afirmam, e com indícios, se tratar do próprio vereador Carlos Bolsonaro, já que é sempre um dos primeiros a difundir e até a adiantar suas histórias) diz que Wyllys teria vendido seu mandato a David Miranda (que o substituiu na Câmara após a sua renúncia), marido do jornalista Glenn Greenwald, como forma de desqualificar as revelações das reportagens feitas pelo estadunidense e sua equipe na série Vaza Jato.

Veja também:  Transfobia: Frota ataca desejo de esposa de Thammy pra se defender

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum