Imprensa livre e independente
17 de agosto de 2018, 10h26

Jornal da família Sarney debocha de Lula em charge

O jornal O Estado vem perdendo assinantes e a credibilidade, por esconder escândalos envolvendo os seus proprietários

O jornal O Estado com a charge de Lula. Foto: Reprodução
O jornal do Maranhão, O Estado, de propriedade da família Sarney, publicou em sua página de opinião, uma charge onde debocha do ex-presidente e candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Na imagem, com o título de “Começou a Campanha”, aparece o desenho de Lula vestido de presidiário, atrás das grades enquadrado por uma TV. O Estado vem perdendo, ao longo dos anos, o posto de principal jornal do Maranhão, com queda de assinantes e vendas do jornal. Uma das principais razões para isto é a perda de credibilidade, graças à censura da cobertura de recentes escândalos...

O jornal do Maranhão, O Estado, de propriedade da família Sarney, publicou em sua página de opinião, uma charge onde debocha do ex-presidente e candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva. Na imagem, com o título de “Começou a Campanha”, aparece o desenho de Lula vestido de presidiário, atrás das grades enquadrado por uma TV.

O Estado vem perdendo, ao longo dos anos, o posto de principal jornal do Maranhão, com queda de assinantes e vendas do jornal. Uma das principais razões para isto é a perda de credibilidade, graças à censura da cobertura de recentes escândalos da própria Família Sarney, divulgados com destaque em outros jornais da região, entre eles O Imparcial e Jornal Pequeno.

A sucessão de escândalos e governos ruins fez com que a família Sarney passasse até a esconder o sobrenome nas peças das próprias campanhas eleitorais.

Outro sobrenome que já foi de prestígio e também anda desaparecido das campanhas eleitorais é o da família Murad.

As pesquisas eleitorais mais recentes indicam que Roseana Sarney deve perder as eleições para o atual governador Flávio Dino (PCdoB), que deve ser reeleito ainda no primeiro turno.

Veja também:  No Itamaraty, Eduardo Bolsonaro discute Foro de São Paulo com Ernesto Araújo

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum