Imprensa livre e independente
10 de outubro de 2018, 09h50

Jornalistas da Record e Bandeirantes receberam ordens para produzir reportagens contra Haddad e aliados, afirma Noblat

O jornalista completa ainda que, por conta disso, o clima nas duas emissoras é de desolação, de revolta e, em alguns casos, até de choro

Foto: Reprodução
O jornalista Ricardo Noblat informa, através de sua conta no Twitter, que “ordens dos mais altos escalões das TVs Record e Bandeirantes foram dadas para que o jornalismo das duas emissoras produzam reportagens contra Fernando Haddad, candidato do PT à presidência da República” Noblat escreveu ainda que a orientação vale também aos demais políticos de outros partidos que se aliem a Haddad. O jornalista completa ainda que, por conta disso, o clima nas duas emissoras é de desolação, de revolta e, em alguns casos, até de choro. “Ciro Gomes, ex-candidato do PDT, será um dos primeiros alvos de tais reportagens”,...

O jornalista Ricardo Noblat informa, através de sua conta no Twitter, que “ordens dos mais altos escalões das TVs Record e Bandeirantes foram dadas para que o jornalismo das duas emissoras produzam reportagens contra Fernando Haddad, candidato do PT à presidência da República”

Noblat escreveu ainda que a orientação vale também aos demais políticos de outros partidos que se aliem a Haddad.

O jornalista completa ainda que, por conta disso, o clima nas duas emissoras é de desolação, de revolta e, em alguns casos, até de choro.

“Ciro Gomes, ex-candidato do PDT, será um dos primeiros alvos de tais reportagens”, escreveu Noblat.

Veja também:  Eduardo Bolsonaro sobre embaixada: “já fiz intercâmbio, já fritei hambúrgueres nos EUA"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum