Imprensa livre e independente
28 de maio de 2013, 21h17

Jornalistas do ‘Le Monde’ denunciam uso de armas químicas na Síria

Substâncias químicas, retiradas ilegalmente da Síria pelos profissionais do Le Monde, estão sendo analisadas

Substâncias químicas, retiradas ilegalmente da Síria pelos profissionais do Le Monde, estão sendo analisadas Da Redação Oposição a Assad é alvo de armas químicas, segundo jornalistas do Le Monde (Foto: http://www.flickr.com/photos/syriafreedom/) O ditador Bashar al-Assad estaria utilizando armas químicas contra os rebeldes na Síria. A acusação não é uma novidade, porém, desta vez foi feita por jornalistas do Le Monde, que ficaram infiltrados no país durante dois meses. Em reportagem publicada no último dia 27 de maio, o jornal afirma que o fotógrafo que estava no país ficou com a visão turva e com problemas respiratórios, após um ataque das...

Substâncias químicas, retiradas ilegalmente da Síria pelos profissionais do Le Monde, estão sendo analisadas

Da Redação

Oposição a Assad é alvo de armas químicas, segundo jornalistas do Le Monde (Foto: http://www.flickr.com/photos/syriafreedom/)

O ditador Bashar al-Assad estaria utilizando armas químicas contra os rebeldes na Síria. A acusação não é uma novidade, porém, desta vez foi feita por jornalistas do Le Monde, que ficaram infiltrados no país durante dois meses.

Em reportagem publicada no último dia 27 de maio, o jornal afirma que o fotógrafo que estava no país ficou com a visão turva e com problemas respiratórios, após um ataque das tropas de Assad, em 13 de abril, no centro de Damasco.

Recentemente, o governo sírio acusou os rebeldes de utilizarem armas químicas nos ataques contra as tropas de Assad. O repórter e o fotógrafo infiltrados pelo Le Monde, afirmam que viram ataques químicos e que partiram das tropas do ditador.

“Logo começaram a ter dificuldades para respirar, às vezes de forma extrema, começaram a vomitar ou perder consciência. Os combatentes mais afetados precisam ser retirados antes de se sufocarem”, afirmaram os jornalistas.

Veja também:  #MiriamLeitaoTerroristaSim chega ao topo do Twitter na manhã deste domingo

Substâncias químicas, retiradas ilegalmente da Síria pelos profissionais do Le Monde, estão sendo analisadas, de acordo com uma autoridade francesa, que não teve o nome divulgado.

Leia também:
A degradante situação da Síria
Uma guerra para liquidar a Síria
Síria: Guerra de mentiras e hipocrisia

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum