Imprensa livre e independente
06 de junho de 2019, 16h38

Juiz do Distrito Federal torna Lula réu pela segunda vez

Vallisney de Souza Oliveira aceitou nova denúncia do MPF contra o ex-presidente, desta vez na Operação Janus; em novembro, o mesmo magistrado havia tomado a mesma decisão em relação à Operação Zelotes

Foto: Reprodução
O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal da do Distrito Federal, voltou a tornar, nesta quinta-feira (6), o ex-presidente Lula réu.  Esta é a segunda denúncia do Ministério Público Federal (MPF) aceita pelo magistrado contra o ex-presidente, desta vez em operação sobre a atuação da Odebrecht em Angola. A denúncia aceita pelo juiz aponta que Lula e os ex-ministros Antonio Palocci e Paulo Bernardo cometeram corrupção passiva por terem, segundo o MPF, aceitado R$ 64 milhões da Odebrecht em 2010 para aumento da linha de crédito para financiamento da exportação de bens e serviços Brasil e Angola. O...

O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal da do Distrito Federal, voltou a tornar, nesta quinta-feira (6), o ex-presidente Lula réu.  Esta é a segunda denúncia do Ministério Público Federal (MPF) aceita pelo magistrado contra o ex-presidente, desta vez em operação sobre a atuação da Odebrecht em Angola.

A denúncia aceita pelo juiz aponta que Lula e os ex-ministros Antonio Palocci e Paulo Bernardo cometeram corrupção passiva por terem, segundo o MPF, aceitado R$ 64 milhões da Odebrecht em 2010 para aumento da linha de crédito para financiamento da exportação de bens e serviços Brasil e Angola. O caso é parte da Operação Janus.

Esta é a segunda vez que Vallisney Oliveira leva Lula ao  banco dos réus. Em novembro, foi aceita denúncia contra ele e a ex-presidenta Dilma Rousseff por participação em “organização criminosa” na Operação Zelotes.

O juiz é um entusiasta de Sérgio Moro, que levou o ex-presidente à prisão após condenação na Lava Jato e defende que Moro vire ministro do STF. “[Moro] tem todos os méritos para o [ministério da Justiça]. Espero vê-lo mais adiante também no nosso Supremo Tribunal Federal”, disse em novembro a Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo.

Em julho do ano passado, a justiça do DF absolveu Lula em processo sobre obstrução da Lava Jato. O juiz responsável pelo caso era Ricardo Leite, também da 10ª Vara Federal Criminal da capital federal.

Veja também:  Por conta das suas encrencas, deputados do PSL comemoram ida de Eduardo Bolsonaro para os EUA

Na denúncia da Operação Janus, aceita nesta quinta-feira (6) ainda são apontados o empresário Marcelo Odebrecht e os ex-diretores da construtora Ernesto Sá Vieira Baiardi e Luiz Antônio Mameri por prática de corrupção.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum