Imprensa livre e independente
11 de junho de 2013, 10h33

Julian Assange: Edward Snowden é um herói

Fundador do Wikileaks teme que ex-funcionário da CIA, que levou a público a rede de espionagem norte-americana, esteja em situação complicada, e considerada gratificante que informação tão completa venha a público

Fundador do Wikileaks teme que ex-funcionário da CIA, que levou a público a rede de espionagem norte-americana, esteja em situação complicada, e considerada gratificante que informação tão completa venha a público Do Opera Mundi  Assange afirmou que  “Manning e Snowden são homens sérios, que acreditam em algo e demonstraram grande coragem”(Foto: Reprodução) O jornalista australiano Julian Assange, fundador do Wikileaks, qualificou como “herói” Edward Snowden, ex-funcionário da CIA e antigo consultor da ANS (Agência Nacional de Inteligência dos EUA) que levou a público a rede de monitoramento de ligações telefônicas e comunicações por internet organizada pelo governo dos Estados Unidos. Assange, que...

Fundador do Wikileaks teme que ex-funcionário da CIA, que levou a público a rede de espionagem norte-americana, esteja em situação complicada, e considerada gratificante que informação tão completa venha a público

Do Opera Mundi 

Assange afirmou que  “Manning e Snowden são homens sérios, que acreditam em algo e demonstraram grande coragem”(Foto: Reprodução)

O jornalista australiano Julian Assange, fundador do Wikileaks, qualificou como “herói” Edward Snowden, ex-funcionário da CIA e antigo consultor da ANS (Agência Nacional de Inteligência dos EUA) que levou a público a rede de monitoramento de ligações telefônicas e comunicações por internet organizada pelo governo dos Estados Unidos.

Assange, que neste mês completará um ano asilado na embaixada do Equador em Londres para evitar sua extradição à Suécia, afirmou em entrevista à emissora britânica Sky News, que Snowden, de 29 anos, revelou “um dos eventos mais sérios da década”.

Segundo as informações vazadas pelo ex-funcionário da CIA, um programa chamado PRISM permite que as agências de inteligência possam acessar, sem autorização judicial, informações confidenciais de usuários de operadores telefônicas ou gigantes te internet como Google, Microsoft, Facebook e Skype.

Veja também:  Dia Mundial do Refugiado: 70 milhões de pessoas deixaram suas casas em busca de uma vida em segurança

Para Assange, Snowden está agora “em uma posição muito problemática”, pois foi usado contra ele “o mesmo tipo de retórica que foi utilizado contra Bradley Manning” – soldado acusado de divulgar mais de 700.000 documentos e telegramas diplomáticos ao Wikileaks e que está enfrentando julgamento nos Estados Unidos.

Segundo o jornalista australiano, a questão sobre a vigilância das comunicações é algo sobre o qual ele mesmo “e outros jornalistas e ativistas fizeram campanha há muito tempo”. “É muito gratificante ver ser apresentada ao público uma prova tão clara e concreta”, disse o jornalista australiano.

Assange disse que está em contato com o “pessoal de Snowden”, mas se recusou a dar detalhes. Disse apenas que Manning e Snowden são homens “sérios, que acreditam em algo e demonstraram grande coragem”.

Nos Estados Unidos, mais de 19 mil pessoas apoiaram nas últimas 24 horas um pedido ao presidente Barack Obama para que Snowden fosse perdoado.

Em entrevista ao jornal The Washington Post, Snowden declarou que tem a intenção de “pedir asilo a qualquer país que cultiva a liberdade de expressão e que defenda a privacidade global”.

Veja também:  Facebook suspende conta de Carlos Bolsonaro por mostrar imagens de violência explícita

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum