Imprensa livre e independente
01 de agosto de 2018, 11h38

Jurista argentino debate democracia e midiatização do processo judicial em Porto Alegre

Instituto Novos Paradigmas traz à capital do Rio Grande do Sul Eugenio Raúl Zaffaroni, uma das principais autoridades mundiais em Direito Penal

Foto: Reprodução/YouTube/TV Clacso O jurista argentino Eugenio Raúl Zaffaroni será o conferencista do colóquio “A questão democrática e a midiatização do processo penal”, promovido pelo Instituto Novos Paradigmas (INP), que acontecerá nesta quinta-feira (2), a partir das 18 horas, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Zaffaroni é um dos responsáveis por fazer uma releitura crítica do Direito Penal. Foi ministro da Suprema Corte Argentina de 2003 a 2014 e, desde 2015, é juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Crítico da mídia, ele acredita que é preciso ver a realidade sem se deixar levar por discursos...

Foto: Reprodução/YouTube/TV Clacso

O jurista argentino Eugenio Raúl Zaffaroni será o conferencista do colóquio “A questão democrática e a midiatização do processo penal”, promovido pelo Instituto Novos Paradigmas (INP), que acontecerá nesta quinta-feira (2), a partir das 18 horas, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Zaffaroni é um dos responsáveis por fazer uma releitura crítica do Direito Penal. Foi ministro da Suprema Corte Argentina de 2003 a 2014 e, desde 2015, é juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos. Crítico da mídia, ele acredita que é preciso ver a realidade sem se deixar levar por discursos de vingança. Autor dos livros “Em busca das penas perdidas” e “Teoria do delito”, o criminalista já escreveu mais de 20 obras. Algumas, junto com grandes nomes do Direito Penal, como o brasileiro Nilo Batista, com quem escreveu “Direito Penal Brasileiro”. Na política, Zaffaroni foi deputado constituinte em Buenos Aires e interventor no Instituto Nacional de Luta contra Discriminação.

Além do conferencista, três debatedores vão abordar o tema: Maria Helena Weber, professora titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, coordenadora do Observatório de Comunicação Pública (CNPq e UFRGS) e integrante do Conselho Gestor do INCT-DD (Democracia Digital); Domingos Savio Dresh da Silveira, graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1984), mestre em Sociologia Jurídica e Instituições Políticas – Universidad de Zaragoza (2006) e membro do Ministério Público Federal; Alexandre Wunderlich, doutor em Direito pela PUCRS (2016), mestre em Ciências Criminais pela PUCRS (1999), foi membro da Comissão de Avaliação dos Juizados Especiais Criminais do Ministério da Justiça e da Comissão de Reforma do Sistema de Recursos Criminais, do Código de Processo Penal do Ministério da Justiça.

Veja também:  Glenn Greenwald diz que senadores do PSL fogem e desafia a fazerem acusações "na cara"

O Instituto Novos Paradigmas (INP) é uma instituição social, sem fins lucrativos, empenhada na produção de análises, diagnósticos, reflexões e estudos que contribuam para a afirmação de uma agenda democrática contemporânea, visando contribuir para a superação das principais questões que desafiam o Estado e a política. Seu conselho diretor é presidido pelo ex-governador e ex-ministro Tarso Genro.

As inscrições para o evento podem ser feitas no sistema Sympla: https://www.sympla.com.br/coloquio-urbe-a-questao-democratica-e-a-midiatizacao-do-processo-judicial__299141

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum