Imprensa livre e independente
09 de agosto de 2016, 11h15

Justiça proíbe Estado e Comitê Rio-2016 de impedir manifestações durante jogos

Para cada pessoa que reprimir protestos pacíficos durante as Olimpíadas, a multa aplicada será de R$ 10 mil.

Para cada pessoa que reprimir protestos pacíficos durante as Olimpíadas, a multa aplicada será de R$ 10 mil Por Redação A Justiça Federal no Rio de Janeiro autorizou “manifestações pacíficas de cunho político” durante as Olimpíadas. O pedido de liminar foi feito pelo Ministério Público Federal, que apontou ter chegado à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Rio a informação de que torcedores foram impedidos de protestar nos locais de jogos. O juiz João Augusto Carneiro Araújo acatou o pedido. A decisão é destinada à União e ao Comitê Organizador, arrolados pelo MPF como réus da ação. Para cada...

Para cada pessoa que reprimir protestos pacíficos durante as Olimpíadas, a multa aplicada será de R$ 10 mil

Por Redação

A Justiça Federal no Rio de Janeiro autorizou “manifestações pacíficas de cunho político” durante as Olimpíadas. O pedido de liminar foi feito pelo Ministério Público Federal, que apontou ter chegado à Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Rio a informação de que torcedores foram impedidos de protestar nos locais de jogos.

O juiz João Augusto Carneiro Araújo acatou o pedido. A decisão é destinada à União e ao Comitê Organizador, arrolados pelo MPF como réus da ação. Para cada pessoa que descumprir a regra, a multa aplicada será de R$ 10 mil.

Desde que os jogos começaram, várias pessoas foram retiradas das arenas e estádios por protestarem contra o presidente interino Michel Temer. Nas redes sociais, a repressão da Força Nacional de Segurança e da Polícia Militar vinha causando polêmica e revolta entre os brasileiros.

Veja também:  Moro determinou a procuradores condições para homologar delações: "É um tipo de barganha"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum