Brasília, eu vi

22 de junho de 2019, 10h01

Laura Tessler é cúmplice

"O conluio que escanteou Laura foi mais do que somente uma ação incestuosa entre o juiz e o promotor, por si só, um crime passível de nulidade absoluta do processo contra Lula. Foi, também, machismo em estado puro"

A procuradora Laura Tessler (Arquivo/DPF)

Laura Tessler poderia ter sido, muito antes dos arquivos do The Intercept Brasil, a voz da Justiça e da grandeza do Ministério Público Federal contra a farsa que condenou o ex-presidente Lula. Mas, ao invés disso, calou-se e aceitou seu destino infeliz.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

A procuradora foi limada dos interrogatórios de Lula por ordem de Sergio Moro – ou alguém tem, ainda, alguma dúvida sobre o poder das sugestões do ex-juiz sobre o frágil e servil Deltan Dallangnol?

O conluio que escanteou Laura foi mais do que somente uma ação incestuosa entre o juiz e o promotor, por si só, um crime passível de nulidade absoluta do processo contra Lula.

Foi, também, machismo em estado puro.

Ainda assim, ela se calou. Preferiu se curvar às circunstâncias e se submeter a uma humilhação pessoal e funcional em nome sabe-se lá do quê.

Juntou-se ao antipanteão onde brilha a chama da juíza Gabriela Hardt, a plagiadora de Moro.

Veja também:  Pimenta confirma uso de mensagens em ação contra Dallagnol: "Transformaram a Lava Jato num grande negócio"

E é pouco provável que, agora, tenha dignidade de vir a público para, ao menos, se desculpar por ter compactuado com uma farsa que destruiu o País apenas para colocar um homem inocente na cadeia.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum