Brasília, eu vi

09 de fevereiro de 2018, 10h44

Leandro Fortes: Caserna

Os governos do PT também cometeram esse erro: não fizeram uma intervenção ostensiva nos currículos das escolas militares para modernizar o pensamento dos praças e oficiais das Forças Armadas.

Os governos do PT também cometeram esse erro: não fizeram uma intervenção ostensiva nos currículos das escolas militares para modernizar o pensamento dos praças e oficiais  das Forças Armadas.

Por Leandro Fortes*

Não se enganem. Os militares brasileiros são TODOS de direita.

Toda a formação deles está estacionada na Guerra Fria e nas apostilas de guerra revolucionária da Escola Superior de Guerra. Não importa que os governos do PT tenham tirado todos eles do abismo salarial, depois de oito anos sem reajustes, nos governos do PSDB.

Nem que tenha sido viabilizada a compra de caças para a FAB, nem tirado do papel o submarino nuclear da Marinha.

A caserna brasileira ainda vive atolada no anticomunismo senil herdado da ditadura militar. Os governos do PT também cometeram esse erro: não fizeram uma intervenção ostensiva nos currículos das escolas militares para modernizar o pensamento dos praças e oficiais  das Forças Armadas.

O resultado é essa tropa potencial de bolsominions pronta para ser ativada.

Veja também:  Em entrevista, Mourão afirma que "sempre houve homossexualidade no Exército" e defende ditadura militar

*Leandro Fortes é jornalista, professor e escritor

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum