Gilberto Barros sugere que agrediria homossexuais e é alvo de denúncia no MP

"Se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz", disse o apresentador ao falar sobre beijo gay

Reprodução/YouTube

O jornalista e ativista William De Lucca anunciou nesta segunda-feira (14) que acionou o Ministério Público para denunciar o apresentador Gilberto Barros por um comentário feito durante o programa TV Leão, que mantém no YouTube.

“Não é admissível que um comunicador use um espaço para incentivar a agressão contra homossexuais. É crime e ele responderá por isso!”, disse De Lucca, que acusa o apresentador de homofobia.

Durante o programa, Leão disse o seguinte: “Você lembra a hora que eu entrava no ar na rádio Globo. Eu tinha que acordar e ainda presenciar beijo de língua de dois bigodes, porque tinha uma boate gay ali na frente. Não tenho nada contra, mas eu também vomito. Eu sou gente, ainda mais vindo do interior. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz”.

A declaração aconteceu na última quarta-feira (9) e pegou de surpresa a convidada do programa, Sônia Abrão, que respondeu com um “Meu Deus”, constrangida.

Este post foi modificado pela última vez em 14 set 2020 - 22:30 22:30

Lucas Rocha: Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.