Maurício Souza usa conta com 500 seguidores para pedir desculpas por fala homofóbica

Jogador ficou em silêncio no Instagram, onde tem mais de 200 mil seguidores. Patrocinadores oficiais do Minas Tênis Clube, Gerdau e Fiat condenaram a publicação em que Maurício atacava a DC Comics

Apesar de ter uma conta com mais de 200 mil seguidores no Instagram, o jogador de vôlei Maurício Souza usou um perfil no Twitter com menos de 500 pessoas para se desculpar pelas falas homofóbicas onde atacava a DC Comics por anunciar que o novo Super-Homem seria bissexual.

Provavelmente pressionado pelo Minas Tênis Clube, já que os principais patrocinadores reagiram à publicação e pediram uma retratação do time, Maurício escreveu que, após “refletir muito”, “pedia desculpas pelo posicionamento”.

“Pessoal, após conversar com meus familiares, colegas e diretoria do Clube, pensei muito sobre as últimas publicações que eu fiz no meu perfil. Estou vindo a público pedir desculpas a todos a quem desrespeitei ou ofendi, esta não foi minha intenção”, afirmou o atleta.

Ele não apagou a publicação no seu perfil principal, repleto de outras postagens transfóbicas e a favor do presidente Jair Bolsonaro.

Notícias relacionadas

A diretoria do time de volêi do Minas Tênis Clube decidiu afastar Maurício, que teve a opção de se retratar publicamente para seguir no clube mineiro. Contudo, a decisão não é definitiva. Apesar de patrocinadores e torcedores estarem contra o jogador, o restante do elenco defende o jogador.

Fiat e Gerdau reagem

Principais patrocinadoras do Minas Tênis Clube, a montadora italiana Fiat e o grupo siderúrgico Gerdau condenaram a declaração.

A Fiat Automóveis publicou: “Estamos atentos aos últimos acontecimentos envolvendo o time de vôlei Fiat Minas Gerdau e o jogador Maurício Souza e, portanto, cobrando as medidas cabíveis, de acordo com o nosso posicionamento inegociável diante do respeito à diversidade e à inclusão”.

Junto ao texto uma mensagem repudiando às declarações “inaceitáveis” de Maurício, que também atua pela seleção brasileira.

Publicidade

A Gerdau repetiu o gesto “Estamos acompanhando atentamente as declarações do atleta Maurício Souza, jogador do time de vôlei masculino do Fiat/Gerdau/Minas. Repudiamos qualquer tipo de manifestação de cunho preconceituoso ou homofóbico”.

Qual foi a declaração de Maurício Souza

Há duas semanas, a DC Comics divulgou que o novo Super-Homem, filho de Clark Kent, se descobrirá bissexual nas próximas edições das histórias em quadrinhos.

Publicidade

Depois da publicação, Maurício postou a foto de divulgação do Super-Homem e fez a postagem homofóbica.

“Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, comentou ele, que ainda recebeu o apoio dos colegas do vôlei Wallace e Sidão.

Avatar de Carolina Fortes

Carolina Fortes

Repórter colaborativa no site Emerge Mag e antiga editora-assistente no site da Jovem Pan. Ex-repórter no site Elástica. Formada em jornalismo e faz a segunda graduação em Letras na Universidade de São Paulo (USP). Acredita no jornalismo como forma de impacto social e defende maior inclusão e representatividade.