Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de julho de 2018, 21h51

Mulher trans é retirada algemada de banheiro feminino no RJ

Dany Coluty gravou o momento em que foi abordada de forma truculenta por guardas municipais quando tentava usar o banheiro feminino de uma praça em Araruama. "Me senti humilhada", desabafou. Assista

Foto: Reprodução/Facebook

A transexual Dany Coluty, que é rainha de bateria de uma escola de samba de Araruama, no interior do estado do Rio de Janeiro, passou por uma situação vexatória na noite desta terça-feira (17). Ela foi retirada à força e algemada por guardas municipais que queriam a impedir de usar o banheiro feminino de uma praça da cidade.

De acordo com a jovem, ela sempre utilizou o banheiro, desde criança, e se sentiu “humilhada” com a situação. Ela gravou toda a abordagem com o celular e divulgou as imagens nas redes sociais.

“Me senti humilhada pela ação dos guardas municipais de Araruama. Tenho o meu direito de ir e vir como mulher trans”, afirmou.

Dany foi abordada, inicialmente, por uma guarda mulher, que solicitou que ela se retirasse do banheiro. Como se recusou, dois homens entraram no local e a algemaram. Por conta da abordagem, a jovem registrou um boletim de ocorrência na 118ª DP de Araruama.

Nesta quarta-feira (18), de acordo com o jornal Diário da População, a Guarda Municipal da cidade identificou a má conduta dos agentes envolvidos no caso e se comprometeu a fazer palestras educacionais para melhorar abordagem e compreensão do trato ao público LGBTI.

Assista ao vídeo gravado pela transexual.

Banheiros de acordo com a identidade de gênero

O uso de banheiros de acordo com a identidade de gênero já é permitido em inúmeras cidades e locais privados. Muitas pessoas trans ainda passam situações parecidas com a de Dany, no entanto, pois não há uma lei que trate do tema – o julgamento de um caso do tipo está parado, desde 2015, no Supremo Tribunal Federal (STF).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum