Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de janeiro de 2020, 10h58

STF derruba ação popular e mantém proibição da oferta de “cura gay” por psicólogos

Supremo decidiu manter a resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe qualquer prática de reversão sexual

Paulo Pinto/Fotos Públicas

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta terça-feira (21) a ação popular movida por um grupo de psicólogos alinhados a questões religiosas que defendem o uso da “cura gay” em terapias. Dessa forma, a Corte optou por manter a resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 01/99 que proíbe o oferecimento de qualquer prática de reversão sexual.

O grupo de psicólogos a favor da “cura gay” pediam para anular uma decisão da ministra Cármen Lúcia, que em abril de 2019 concedeu uma liminar cassando a decisão de um juiz que permitia a prática.

A decisão em questão foi tomada em 2017 por Waldemar Cláudio de Carvalho, juiz de Brasília, que acatou o questionamento de uma psicóloga sobre a resolução do Conselho. Na ocasião, o magistrado determinou que os psicólogos não poderiam oferecer o tratamento, mas sim prestar auxílio aos interessados em mudar a orientação sexual.

O Conselho Federal de Psicologia, que sempre se posicionou contra a medida, comemorou a decisão. “Vitória da Psicologia. Vitória da diversidade”, disse o órgão em suas redes sociais.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags