Imprensa livre e independente
01 de agosto de 2017, 16h19

Líder tucano na Câmara votará contra Temer

O deputado Ricardo Trípoli anunciou em suas redes sociais que optou por apoiar a admissibilidade da denúncia contra o peemedebista.

O deputado Ricardo Trípoli anunciou em suas redes sociais que optou por apoiar a admissibilidade da denúncia contra o peemedebista. Da Redação* Ricardo Trípoli (PSDB-SP), líder tucano na Câmara dos Deputados, garantiu nesta terça-feira (1-8), nas redes sociais, que votará a favor da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) pelo crime de corrupção passiva. Trípoli, que vinha evitando se manifestar, respondeu a comentários de eleitores em seu Facebook, afirmando que votará a favor. Entretanto, o líder tucano vai liberar a votação da bancada, uma vez que o partido está dividido a respeito de aceitar ou não a...

O deputado Ricardo Trípoli anunciou em suas redes sociais que optou por apoiar a admissibilidade da denúncia contra o peemedebista.

Da Redação*

Ricardo Trípoli (PSDB-SP), líder tucano na Câmara dos Deputados, garantiu nesta terça-feira (1-8), nas redes sociais, que votará a favor da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) pelo crime de corrupção passiva. Trípoli, que vinha evitando se manifestar, respondeu a comentários de eleitores em seu Facebook, afirmando que votará a favor.

Entretanto, o líder tucano vai liberar a votação da bancada, uma vez que o partido está dividido a respeito de aceitar ou não a denúncia. Existe uma disputa acirrada entre os dois grupos sobre quem tem maioria, estimulada pelo silêncio de cerca de 20 deputados sobre a maneira que votarão.

Dos 46 deputados do partido, dois não devem comparecer à votação: Arthur Virgílio Bisneto (AM) e Eduardo Barbosa (MG), ambos por problemas familiares. Barbosa votaria a favor da denúncia. O governo exonerará dois ministros tucanos para votarem a favor de Temer: Bruno Araújo, das Cidades, que entrará no lugar de outro tucano que já tinha anunciado voto a favor de Temer, e Antonio Imbassahy, que ficará no lugar de um parlamentar do DEM.

Veja também:  Weintraub inicia perseguição à UNE com vídeo ao lado de PMs "covardemente agredidos" por estudantes

*Com informações do Valor Econômico

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum