Imprensa livre e independente
05 de maio de 2019, 19h27

Luis Nassif: Witzel lidera snipers que atiram contra a população em Angra dos Reis

“Witzel é um genocida, que mais cedo ou mais tarde, será submetido a um tribunal internacional por crimes contra a humanidade”, afirmou o jornalista

Wislon Witzel durante a operação (Foto: Reprodução)
O jornalista Luis Nassif revelou, no blog GGN., que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL) sobrevoou de helicóptero a cidade de Angra dos Reis, neste sábado (4), de onde snipers atiraram contra a população, a pretexto de combater os bandidos. “Witzel é um genocida, que mais cedo ou mais tarde, será submetido a um tribunal internacional por crimes contra a humanidade. Mas, antes disso, precisa ser detido.” “Desde a campanha estimulava a ação de snipers, atiradores especializados, para matar à distância pessoas suspeitas de carregarem armamentos”, afirma Nassif. “Em entrevista a O Globo, admitiu que os snipers...

O jornalista Luis Nassif revelou, no blog GGN., que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL) sobrevoou de helicóptero a cidade de Angra dos Reis, neste sábado (4), de onde snipers atiraram contra a população, a pretexto de combater os bandidos.

“Witzel é um genocida, que mais cedo ou mais tarde, será submetido a um tribunal internacional por crimes contra a humanidade. Mas, antes disso, precisa ser detido.”

“Desde a campanha estimulava a ação de snipers, atiradores especializados, para matar à distância pessoas suspeitas de carregarem armamentos”, afirma Nassif. “Em entrevista a O Globo, admitiu que os snipers estão agindo. E há inúmeros relatos de pessoas sendo mortas por atiradores à distância. E as vítimas não são apenas suspeitos, mas cidadãos comuns.”

Veja também:  Sessão solene em homenagem aos 50 anos de Stonewall contará com a presença da cantora Daniela Mercury

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum