Imprensa livre e independente
10 de julho de 2019, 23h21

Lula envia carta de solidariedade aos militantes sem-teto presos em São Paulo

“Preta Ferreira, Sidney Silva, Edinalva Franco Pereira e Angélica dos Santos Lima também se encontram arbitrariamente presos, pelo mesmo ‘crime’ que eu cometi: lutar por uma sociedade mais justa”, disse o ex-presidente

Foto: Reprodução/TVT
O ex-presidente Lula enviou uma carta, divulgada nesta quarta-feira (10) na qual manifesta sua solidariedade às lideranças sem-teto, que foram presas no dia 24 de junho, em São Paulo. “Manifesto minha total solidariedade aos companheiros e companheiras que lutam pelo direito à moradia, vítimas de uma perseguição implacável movida por aqueles que não fazem a menor ideia do que seja viver sem um teto sob o qual abrigar seus filhos e filhas com segurança e qualidade de vida”, disse Lula. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo. “Preta Ferreira, Sidney Silva, Edinalva...

O ex-presidente Lula enviou uma carta, divulgada nesta quarta-feira (10) na qual manifesta sua solidariedade às lideranças sem-teto, que foram presas no dia 24 de junho, em São Paulo.

“Manifesto minha total solidariedade aos companheiros e companheiras que lutam pelo direito à moradia, vítimas de uma perseguição implacável movida por aqueles que não fazem a menor ideia do que seja viver sem um teto sob o qual abrigar seus filhos e filhas com segurança e qualidade de vida”, disse Lula.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Preta Ferreira, Sidney Silva, Edinalva Franco Pereira e Angélica dos Santos Lima também se encontram arbitrariamente presos, pelo mesmo ‘crime’ que eu cometi: lutar por uma sociedade mais justa, onde, entre tantos outros direitos, cada família possa morar com a dignidade que merece”, escreveu.

“Quero dizer aos companheiros e companheiras de todas as lutas que vamos virar essa página infeliz da nossa história, em que direitos básicos são subtraídos, movimentos sociais sofrem sistemático processo de criminalização, e lideranças populares são perseguidas por uma minoria privilegiada que se julga acima das leis”, acrescentou o ex-presidente­­­.

Veja também:  Após novas denúncias da Vaza Jato, "#AcabouDeltan" e "Lula" são os assuntos mais comentados nas redes sociais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum