Imprensa livre e independente
19 de maio de 2019, 08h22

Lula está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar, diz ex-ministro de FHC que o visitou

"A política brasileira precisa de um líder sem ressentimentos como é Lula. Livre, ele lutará pelo grande acordo nacional que é tão necessário para o Brasil sair da crise em que está mergulhado", relatou ainda o economista Luis Carlos Bresser-Pereira

O ex-presidente Lula (Arquivo/CUT-RS)
O economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso, declarou, em texto publicado em sua página no Facebook neste sábado (18), que Lula “está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”. Ao lado do ex-chanceler, Celso Amorim, Bresser-Pereira visitou o ex-presidente na última quinta-feira (16). “Na última quinta-feira eu visitei Lula. Ele está em ótima forma física e psíquica. Sua grande preocupação agora é com a defesa da soberania – com a união dos brasileiros para defender o Brasil e seu povo contra isso que está aí. Sua maior demanda é a de ter...

O economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, ex-ministro de Fernando Henrique Cardoso, declarou, em texto publicado em sua página no Facebook neste sábado (18), que Lula “está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”. Ao lado do ex-chanceler, Celso Amorim, Bresser-Pereira visitou o ex-presidente na última quinta-feira (16).

“Na última quinta-feira eu visitei Lula. Ele está em ótima forma física e psíquica. Sua grande preocupação agora é com a defesa da soberania – com a união dos brasileiros para defender o Brasil e seu povo contra isso que está aí. Sua maior demanda é a de ter reconhecida sua inocência. Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”, relata.

No texto, o economista diz ainda que Lula está em “ótima forma física e psíquica”, que sua grande preocupação é com a defesa da soberania nacional – “com a união dos brasileiros para defender o Brasil e seu povo contra isso que está aí” – e sua maior demanda é ter reconhecida sua inocência.

Veja também:  "Será que eu seria um agente dos russos?", ironiza Reinaldo Azevedo ao comentar nota do MPF

“Seu grande projeto é o de negociar um grande acordo nacional em defesa dos trabalhadores e das empresas – em defesa da soberania necessária para a retomada do desenvolvimento”, relatou o ex-ministro de FHC, que se sentiu “honrado” com o convite de Lula para a visita.

“A política brasileira precisa de um líder sem ressentimentos como é Lula. Livre, ele lutará pelo grande acordo nacional que é tão necessário para o Brasil sair da crise em que está mergulhado desde 2014”.

Leia o texto na íntegra

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum