Imprensa livre e independente
23 de julho de 2017, 10h34

Lula mostra como o que se fala com FHC vaza na imprensa

Na entrevista que deu esta semana a José Trajano, aspecto pouco explorado foi sua relação com FHC. Num dos trechos, Lula chega a dizer que amigos tinham agendando encontro com tucano, mas desistiu quando viu tudo publicado na imprensa no dia seguinte   Por Redação   Na entrevista na semana passada transmitida pelo blog José Trajano, Lula falou abertamente de sua relação com o ex-presidente FHC e sua relação com a imprensa. Disse, por exemplo, que amigos tentaram marcar encontro entre eles nos últimos tempos e por que desistiu: “Tinha gente agora tentando marcar uma conversa minha com o Fernando Henrique Cardoso....

Na entrevista que deu esta semana a José Trajano, aspecto pouco explorado foi sua relação com FHC. Num dos trechos, Lula chega a dizer que amigos tinham agendando encontro com tucano, mas desistiu quando viu tudo publicado na imprensa no dia seguinte

 

Por Redação

 

Na entrevista na semana passada transmitida pelo blog José Trajano, Lula falou abertamente de sua relação com o ex-presidente FHC e sua relação com a imprensa.

Disse, por exemplo, que amigos tentaram marcar encontro entre eles nos últimos tempos e por que desistiu:

“Tinha gente agora tentando marcar uma conversa minha com o Fernando Henrique Cardoso. E não tenho nada contra ele. Até marcamos numa casa de uma pessoa em comum e no dia seguinte toda a imprensa já estava sabendo. Assim não dá.”

Atribuiu ainda as diferenças de FHC com ele à vaidade. Disse que pessoas que conheciam os dois disseram que na eleição de 2002 FHC torcia por ele (Lula) porque achava que seu governo seria um desastre e que daí ele voltaria consagrado pelo povo. Como isso não aconteceu, FHC teria ficado amargurado.

Veja também:  “É impressionante o grau de anomia democrática hoje no Brasil”, diz Boulos em entrevista a Haddad

Outro ponto é que a transição entre os dois governos foi feita de maneira respeitosa e democrática, mas que FHC ficou p… e praticamente rompeu relações quando o ex-ministro Antonio Palocci falou em “herança maldita” do governo anterior.

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum