Imprensa livre e independente
01 de setembro de 2018, 16h57

Lulaço no Mercado da Lapa, em São Paulo

Ao lado dos músicos Chico Pedro (com zamponha) e Wagninho (trompete), as pessoas pediram por Lula Livre, cantando o famoso Lulaço: “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”.

Neste sábado (1/9), uma pequena multidão se reuniu no Mercado da Lapa, em São Paulo, para mostrar seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao lado dos músicos Chico Pedro (com zamponha) e Wagninho (trompete), as pessoas pediram por Lula Livre, cantando o famoso Lulaço “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”. Enquanto acontecia o Lulaço, foi ao ar o primeiro programa eleitoral do PT na TV. Não vão aprisionar a vontade do povo! Vamos trazer o Brasil de Lula de volta! Os Lulaços vêm reunindo milhares de pessoas por todo o país. Na última semana, só em São Paulo,...

Neste sábado (1/9), uma pequena multidão se reuniu no Mercado da Lapa, em São Paulo, para mostrar seu apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao lado dos músicos Chico Pedro (com zamponha) e Wagninho (trompete), as pessoas pediram por Lula Livre, cantando o famoso Lulaço “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”.

Enquanto acontecia o Lulaço, foi ao ar o primeiro programa eleitoral do PT na TV. Não vão aprisionar a vontade do povo! Vamos trazer o Brasil de Lula de volta!

Os Lulaços vêm reunindo milhares de pessoas por todo o país. Na última semana, só em São Paulo, aconteceram Lulaços na Praça Benedito Calixto e no Mercado Municipal(isso sem contar o show da Nação Zumbi). Também foram palco de lulaços diversas outras cidades em todas as regiões do Brasil, como ManausFortalezaCuritibaBrasíliaRio de Janeiro.

Baixe aqui o Lulaço para seu celular.

Veja também:  Coagido, diretor da Odebrecht disse que "construiu relato" na Lava Jato sobre sítio de Atibaia, atribuído a Lula

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum