Imprensa livre e independente
30 de abril de 2019, 18h37

Luto no samba: Morre a cantora Beth Carvalho aos 72 anos

Madrinha do Samba e um dos maiores nomes da música brasileira, Beth Carvalho estava internada no Rio desde janeiro

(Foto: Divulgação)
Autora de verdadeiros “hinos” da música brasileira como “Andança” e “Coisinha do pai”, a cantora e compositora Beth Carvalho morreu no final da tarde desta terça-feira (30), aos 72 anos, no Rio de Janeiro. A Madrinha do Samba estava internada Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul da cidade, desde o início de 2019. A causa da morte ainda não foi divulgada. “Nossa querida Beth Carvalho partiu hoje as 17:33, cercada do amor de seus familiares e amigos. Agradecemos todas as manifestações de carinho e solidariedade nesse momento. Beth deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada...

Autora de verdadeiros “hinos” da música brasileira como “Andança” e “Coisinha do pai”, a cantora e compositora Beth Carvalho morreu no final da tarde desta terça-feira (30), aos 72 anos, no Rio de Janeiro. A Madrinha do Samba estava internada Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, Zona Sul da cidade, desde o início de 2019. A causa da morte ainda não foi divulgada.

“Nossa querida Beth Carvalho partiu hoje as 17:33, cercada do amor de seus familiares e amigos. Agradecemos todas as manifestações de carinho e solidariedade nesse momento. Beth deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro. Seu talento nos presenteou com a revelação de inúmeros compositores e artistas que estão aí na estrada do sucesso. Começando com o sucesso arrebatador de “Andança”, até chegar a Marte com “Coisinha do Pai”, Beth traçou uma trajetória vitoriosa laureada por vários prêmios, inclusive um Grammy pelo conjunto da obra. Assim que possível, informaremos sobre o sepultamento”, diz uma nota divulgada por Afonso Carvalho, empresário da cantora.

Veja também:  Vídeo de Eduardo Bolsonaro escorregando no inglês viraliza: "C... deu branco"; assista

Desde 2009 Beth Carvalho vinha lutando contra fortes dores na coluna. Com 50 anos de carreira, ela chegou, nos últimos meses, até mesmo a fazer shows deitada.

Madrinha de sambistas conhecidos como Zeca Pagodinho e Jorge Aragão, a cantora, além de sua atuação na música, tinha firme posicionamento político à esquerda. Admiradora do ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez e ex-eleitora de Leonel Brizola, Beth Carvalho chegou, em 2018, a gravar um samba em homenagem ao ex-presidente Lula, que havia acabado de ser preso. Relembre aqui.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum