Imprensa livre e independente
15 de março de 2017, 12h40

Um dia depois da entrega da lista de Janot, Temer recebe Gilmar Mendes no Palácio do Planalto

Além de Temer, outros dois citados nas delações da Lava-Jato participaram da reunião: o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Além de Temer, outros dois citados nas delações da Lava-Jato participaram da reunião: o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) Por Redação Nesta quarta-feira (15), um dia depois que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos citados na Operação Lava-Jato, o ministro do Supremo Gilmar Mendes foi recebido por Michel Temer no Palácio do Planalto. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também participaram da reunião. Os dois estão entre os alvos de pedido de investigação...

Além de Temer, outros dois citados nas delações da Lava-Jato participaram da reunião: o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Por Redação

Nesta quarta-feira (15), um dia depois que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) 83 pedidos de abertura de inquérito para investigar políticos citados na Operação Lava-Jato, o ministro do Supremo Gilmar Mendes foi recebido por Michel Temer no Palácio do Planalto.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também participaram da reunião. Os dois estão entre os alvos de pedido de investigação com base nas delações da empreiteira Odebrecht. O nome de Temer é outro citado nos depoimentos.

O encontro teria sido marcado para discutir reforma política e financiamento de campanhas. A conversa ocorre enquanto, nos bastidores do Congresso Nacional, parlamentares articulam um movimento para anistiar quem já praticou o caixa 2, doação de campanha não contabilizada e não declarada à Justiça Eleitoral.
agenda-temer

Foto: Agência Brasil

Veja também:  PSOL representa contra “O Pavão” na Procuradoria Geral da República

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum