Imprensa livre e independente
08 de fevereiro de 2018, 21h42

Machismo: Agência anuncia vaga para narradora na ‘Fox Sports’ e pede foto de “corpo inteiro”

Além do currículo e portfólio, as candidatas às vagas de narradora teriam que enviar uma foto de rosto e outra de corpo, procedimento que não é adotado quando são vagas abertas para homens. Após repercussão negativa, agência apagou trecho da postagem e Fox Sports rebateu dizendo que ainda não abriu processo seletivo Por Redação Internautas estão revoltados com o anúncio de uma vaga de narradora na emissora Fox Sports feito pela agência BluemoonKN, responsável pelas contratações na emissora. O anúncio pedia para que as candidatas enviassem, além de currículo e portfólio, uma foto de rosto e outra de corpo. A...

Além do currículo e portfólio, as candidatas às vagas de narradora teriam que enviar uma foto de rosto e outra de corpo, procedimento que não é adotado quando são vagas abertas para homens. Após repercussão negativa, agência apagou trecho da postagem e Fox Sports rebateu dizendo que ainda não abriu processo seletivo

Por Redação

Internautas estão revoltados com o anúncio de uma vaga de narradora na emissora Fox Sports feito pela agência BluemoonKN, responsável pelas contratações na emissora. O anúncio pedia para que as candidatas enviassem, além de currículo e portfólio, uma foto de rosto e outra de corpo.

A repercussão foi negativa e o anúncio viralizou em postagens acusando a emissora de machismo, já que não existiria o mesmo pré-requisito – o de foto de corpo – em vagas abertas para homens.

Com a reação das redes, a agência apagou da postagem o trecho que tratava das fotos. Já a Fox Sports informou ao site UOL que, apesar de ter interesse na contratação de narradoras, ainda não abriu o processo seletivo.

Veja também:  Promotoria desiste de processo contra Kevin Spacey por abuso sexual

Confira abaixo a repercussão.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum